sábado, 01 novembro, 2014. 13:49 UTC

Notícias / Angola

Luanda é principal vítima da época das chuvas

Arão Ndipa
Luanda continua a ser a zona de Angola mais afectada pela época das chuvas .

Com efeito a província de Luanda lidera o número de prejuízos humanos e materiais causados pelas chuvas que caem, um pouco por todo o país.




Muitos projectos habitacionais erguidos na periferia da capital de Angola, apresentam superfícies consideradas técnicamente impróprias para serem habitadas.

Na capital muitos projectos habitacionais foram erguidos sem estudo prévio e sem um plano directório sustentável.

Francisco Bimba do Serviço Nacional de Protecção Civil e Bombeiros disse que no que diz respeito a Luanda a guerracausou uma imigração de pessoas levando ao colapso das infra- estruturas.

Luanda, disse ele, tem hoje  mais de dois milhões de habitantes.

“Assim sendo tudo o que eram estruturas básicas da cidade capital “rebentaram pelas costuras”,” disse Bimba.

O activista cívico Domingos José considerou no entanto que a falta de manutenção das principais infra-estruturas erguidas nos últimos anos são reflexo de “uma irresponsabilidade que se repete todos os anos”.

“Há uma falta de vontade e coerência por parte de quem está a dirigir no que diz respeito á edificação de estruturas e das próprias instituições,” disse José.

Na semana que agora termina registaram-se 21 mortos, 27 feridos e seis outras pessoas desapareceram em acidentes causados pelas chuvadas através do país

Mais de 1.000 residências foram destruídas e 2700 famílias foram afectadas.

Bimba considerou no entanto que estes números não são dramáticos.
O forúm foi encerrado
Comentário
Comentários
     
por: sambista bu´´e de: mussulo
11.12.2012 17:09
a urbe de luanda nunca foi muito concentania em resolver oproblema das inundaçoes da chuva isto pq?o propio relevo geografico de launda nao ajuda muito?na epoca da minha infancia na samba ja era frequente a lama sair do prenda a inudar as estradas? o que ha afazer aqui ´´e uma prevençao para o escoamento das aguas da chuva e barrar as estradas como prevençao?luanda tem varios desniveis altos e baixos dentro da propia cidade que faz que haja alagoa mentos, nao sao os esgosto mas o revelo da cidade que faz que as chuvas se acumulem num dado lugar dado que nao se preparou antes a vinda dessas chuvas mas ´´e possivel resolver mas nao de todo este assunto


por: pires feliciano de: paris
09.12.2012 14:25
Eu nao acredito que o problema séjà o que é semprte apresentada como sendo o aumento da populacao em luanda.se a cidade no mundo com mais de 15.000.000 h fazem como para manter os seu sistema de esgoto funcional? no meu conhecimento ja foram emprega milhoes e milhoes em dolares para superar este problema ,mas,mais este dinheiro vai mesmo no bom lugar?


por: Ernesto Da Silva de: Rio de Janeiro
08.12.2012 12:29
Sinceramente essas inundações é por falta de planeamento urbano, essa governação com obras descartáveis e corruptas do MPLA já não tem o fazer para desenvolver Angola , a solução mesmo é mudanças porque nem daqui a 10 anos, será sempre as mesmas desculpas como a gerra etc. Então povo angolano antes de votar façam uma reflexão ,não votem só por votar devem ser exigentes ,então daqui a 5 anos pensem bem a quem votar e procurem fiscalizar mais as ações feitas pelo governo.


por: Anónimo
08.12.2012 10:09
o governador de luanda tem quarta classe colonial mais o militantismo do MPLA/jes , associado com comunismo do proletariado , o q se espera deste AUTOMATA ? a guerra ja acabou ha 10 anos , se houvesse uma politica q estimula o regresso as provincias , muitos preferiam voltar , imaginem fabricas q impactam o regresso a provincia , luanda ficaria despovoada.

Siga-nos

Rádio

AudioAngola Fala Só: Ao Vivo I Mp3

Sexta 16:30 - 17:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Seg-Sexta 17:00 - 18:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Sáb-Dom 17:00 - 18:00 UTC

Os Nossos Vídeos

Your JavaScript is turned off or you have an old version of Adobe's Flash Player. Get the latest Flash player.
Levando a vida no cemitério: Reportagem sobre pobreza persistente em Moçambiquei
X
31.10.2014 18:08
Com as suas ricas reservas de gás natural por explorar, Moçambique poderá tornar-se num dos maiores abastecedores de energia – facto central nas recentes eleições nacionais. Mas nem todos usufruem das riquezas acumuladas. Há uma pobreza persistente, veja como alguns residentes de Maputo sobrevivem
Vídeo

Vídeo Levando a vida no cemitério: Reportagem sobre pobreza persistente em Moçambique

Com as suas ricas reservas de gás natural por explorar, Moçambique poderá tornar-se num dos maiores abastecedores de energia – facto central nas recentes eleições nacionais. Mas nem todos usufruem das riquezas acumuladas. Há uma pobreza persistente, veja como alguns residentes de Maputo sobrevivem
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 31 Outubro 2014

As noticias de Africa em video
Vídeo

Vídeo Manchetes Americanas 30 Outubro 2014

As principais notícias que marcam a última semana do mês de Outubro, nos Estados Unidos
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 30 Outubro 2014

As noticias de Africa em video
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 29 Outubro 2014

As noticias de Africa em video
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 28 Outubro 2014

As noticias de Africa em video
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 24 Outubro 2014

As noticias de Africa em imagens
Vídeo

Vídeo Levados pelo Boko Haram

O mundo espera para ver se a Nigéria consegue negociar a libertação das 219 raparigas da escola de Chibok, raptadas pelo grupo islâmico Boko Haram em Abril. Activistas dizem que o Boko Haram já raptou centenas de jovens rapazes, mulheres e crianças, desde 2009.
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 23 Outubro 2014

As noticias de Africa em imagens
Vídeo

Vídeo Mãe Trabalhadora - trailler do filme

O filme explora a dupla responsabilidade das mulheres moçambicanas, como mães e trabalhadoras. Gentilmente cedido pelo Organização Internacional do Trabalho
Mais Vídeos