sábado, 07 março, 2015. 00:05 UTC

Notícias / Angola

Angola: "Transparência de Fundo Soberano é fundamental", dizem analistas

O Fundo Soberano Angolano foi constituído com uma dotação inicial de 5 mil milhões de dólares

Plataforma petrolifera em Cabinda (Novo Jornal)
Plataforma petrolifera em Cabinda (Novo Jornal)
Arão Ndipa
A criação de um Fundo Soberano de Angola teve por objectivo reduzir a exposição da economia nacional às oscilações do preço do petróleo e criar as condições para um crescimento sustentável.

Apresentado recentemente em Luanda, o Fundo Soberano Angolano foi constituído com uma dotação inicial de 5 mil milhões de dólares a ser aplicada em projectos com potencial de crescimento em Angola e no estrangeiro, em particular na África ao sul do Saara.

Administrando recursos provenientes, na sua maior parte, da venda de recursos minerais e de petróleo, o fundo vai ser gerido por um conselho de administração com três membros presidido por Armando Manuel, conselheiro de assuntos económicos do Presidente de Angola.



Segundo um comunicado divulgado em Luanda, a administração do fundo responderá “exclusivamente perante o seu único accionista, o governo de Angola”, através de um regime de “análise de desempenho”, que inclui a divulgação pública do relatório anual de contas na imprensa angolana e a nomeação de auditores independentes reconhecidos internacionalmente.

Espera-se que o foco de investimentos seja, inicialmente, as infra-estruturas angolanas, partindo depois para a construção de uma carteira de activos no estrangeiro, em economias emergentes de África e da Ásia.

Em Luanda alguns economistas consideram a decisão da criação do fundo soberano de Angola, como sendo uma medida acertada ao mesmo tempo que levantam receios sobre a transparência da sua gestão e os critérios utilizados para a sua constituição.

Para nos falar sobre o assunto, ouvimos os economistas, Carlos Rosado de Carvalho e Filomeno Vieira Lopes.
O forúm foi encerrado
Comentário
Comentários
     
por: Jacob Cafunete Candido de: Kwanza-Norte
03.11.2012 20:01
Um governo que faz tudo em off nunca transmite transparencia.

Siga-nos

Rádio

AudioAngola Fala Só: Ao Vivo I Mp3

Sexta 16:30 - 17:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Seg-Qui 17:00 - 18:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Sexta-feira 17:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Sáb-Dom 17:00 - 18:00 UTC

Os Nossos Vídeos

Your JavaScript is turned off or you have an old version of Adobe's Flash Player. Get the latest Flash player.
Manchetes Africanas 6 Março 2015i
|| 0:00:00
...  
🔇
X
06.03.2015 19:00
As imagens noticiosas de Africa
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 6 Março 2015

As imagens noticiosas de Africa
Vídeo

Vídeo Passadeira Vermelha: Robin Thicke e Pharrell Williams em tribunal

O episódio 5 da #Passadeira Vermelha vai desde casos em tribunal a banhos gelados de celebridades. Veja também quem ainda se mantém no TOP 3 da música nos EUA e o trailler do filme de Will Smith "Focus", que é um sucesso de bilheteira
Vídeo

Vídeo Passadeira Vermelha: Noivados de celebridades, filmes e muita música

O episódio 4 da #PassadeiraVermelha traz as peripécias do palco dos Oscars, os vestidos babados, noivados muito falados, as músicas que estão a liderar o TOP 3 americano, com Bruno Mars há semanas consecutivas e muito mais!
Vídeo

Vídeo Power Africa: Visão dos desafios e obstáculos em África devido à falta de energia

Os apagões são uma realidade por toda a África, com as faltas de electricidade a afectarem quase diariamente países ricos e pobres. Que desafios se colocam? Há uma geração energética e de abastecimento em África? O que está a ser feito para que a luz não se apague?
Vídeo

Vídeo Marcha em Moscovo homenageia líder da oposição assassinado

Milhares marcharam em homenagem a Boris Nemtsov, líder da oposição russa, assassinado em Moscovo quando passeava com a namorada pela ponte com vista para o Kremlin, na capital da Rússia. Boris Nemtsov assassinado com quatro tiros
Mais Vídeos