sexta-feira, 01 agosto, 2014. 22:29 UTC

Notícias / Angola

Namibe: 200 mulheres levam Instituto Florestal a tribunal por discriminação

As mulheres queixam-se de despedimentos sem justa causa e do não recebimento de salários em atraso há mais de dois anos.

Mulheres queixam-se ao tribunal do Namibe
Mulheres queixam-se ao tribunal do Namibe
Armando Chicoca
— Na província angolana do Namibe cerca de 200 mulheres queixaram-se ao tribunal provincial do Namibe, dos responsáveis do Instituto do Desenvolvimento Florestal, IDF, exigindo o respeito pelo primado da lei.

As mulheres queixam-se de discriminação, de despedimentos sem justa causa e do não recebimento de salários em atraso.


Idalina Wessi, de 55 anos de idade, falando a sua língua materna, Umbundo, disse à VOA que trabalha há muitos anos no IDF e disse-nos que “nos últimos três anos foi uma desgraça, os responsáveis não pagam salários dos trabalhadores e como pode ver, o senhor jornalista, estamos famintas e votadas à indigência”.

Laurinda Kulembe, uma das antigas trabalhadoras da Estufa Municipal, também falando em língua nacional Umbundo, disse estar constrangida pela forma como os responsáveis desta empresa do estado desprezam os trabalhadores, sublinha que vieram ao tribunal exigir que o Instituto do Desenvolvimento Florestal, na qualidade de entidade patronal, deve pagar os salários de dois anos e oito meses que deve aos trabalhadores.

No momento em que ouvíamos as mulheres reivindicadoras, dois agentes da polícia nacional, que prestam segurança ao tribunal do Namibe, apareceram no local, organizando em fila as reivindicadoras para que de forma ordeira, estas, procedessem à entrada a sala de audiência, onde se espera que se resolva mais este caso, que mexe com a vida dos trabalhadores do Namibe, e desta vez maioritariamente mulheres.

Procuramos ouvir os responsáveis do Instituto do Desenvolvimento Florestal, mas sem sucesso e uma fonte próxima do tribunal do Namibe garantiu à Voz da América que o assunto está a ser encarado com maior responsabilidade e lisura possíveis.
O forúm foi encerrado
Comentários
     
Năo existem comentários. Seja o primeiro

Siga-nos

Rádio

AudioAngola Fala Só: Ao Vivo I Mp3

Sexta 16:30 - 17:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Seg-Sexta 17:00 - 18:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Sáb-Dom 17:00 - 18:00 UTC

Os Nossos Vídeos

Your JavaScript is turned off or you have an old version of Adobe's Flash Player. Get the latest Flash player.
Manchetes Africanas 1 Agosto 2014i
X
01.08.2014 20:33
Os títulos que marcaram o início do mês de Agosto
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 1 Agosto 2014

Os títulos que marcaram o início do mês de Agosto
Vídeo

Vídeo Ivan Collinson - Participante Yali

Ivan Collinson - Participante Yali. Veio de Moçambique e é director adjunto do registo académico da Universidade Eduardo Mondlane. Ivan sente-se mais africano depois de participar na Iniciativa Jovens Líderes Africanos nos EUA
Vídeo

Vídeo Manchetes Americanas 31 Julho 2014

Câmara dos Representantes indicia processo contra Presidente Barack Obama
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 31Julho 2014

Da propagação do vírus do ébola, aos ataques do Boko Haram. Os títulos que marcam a actualidade de África
Vídeo

Vídeo Cadija Mané - Participante Yali

Cadija Mané - Participante Yali. Veio da Guiné-Bissau, onde trabalha como coordenadora da Casa dos Direitos. Regressa para a Guiné com mais determinação e força de vontade para mudar as coisas
Vídeo

Vídeo Vilma Nhambi - Participante Yali

Vilma Nhambi - Participante Yali. Veio de Moçambique e tem um projecto com mulheres e adolescentes nas zonas rurais.
Vídeo

Vídeo Selma Neves - Participante Yali

Selma Neves - Participante Yali, veio de Cabo Verde. É Presidente da Incubadora, uma cooperativa de empoderamento de mulheres e fica por mais dois meses para um estágio em Nova Iorque
Vídeo

Vídeo Manchetes Americanas 29 Julho 2014

Os principais assuntos que fazem a actualidade dos Estados Unidos da América, com Bruna Ladeira
Vídeo

Vídeo Majo Joseph - Participante Yali

Majo Joseph - Participante Yali veio de Moçambique e a sua área de acção é a sociedade civil e seu empoderamento
Vídeo

Vídeo Akiules Neto - Participante Yali

Akiules Neto - Participante Yali. Veio de Angola e a sua vida são os números
Mais Vídeos