sábado, 02 agosto, 2014. 04:31 UTC

Notícias / Angola

Namibe: Comunidades Mucubais não celebram o Natal

Há muito que se tem falado que a população Mucubal, autóctones locais que não professam nenhuma religião e por via disso, não comemoram o Natal, data que simboliza o nascimento de Jesus Cristo e não só.

Mucubais no Munícipio de Virei, no Namibe (VOA/A. Chicoca)
Mucubais no Munícipio de Virei, no Namibe (VOA/A. Chicoca)
Armando Chicoca
— Há muito que se tem falado que a população Mucubal, autóctones locais que não professam nenhuma religião e por via disso, não comemoram o Natal, data que simboliza o nascimento de Jesus Cristo e não só.

Algumas comunidades da localidade de Manhengo confirmaram isto mesmo, descontraídos, como se não tivesse acontecido nada, é o clima testemunhado pela Voz de América.

Para percebermos melhor sobre este facto, procuramos ouvir o Soba Grande das comunidades Mucubais, José Bony.

Aquela autoridade tradicional disse que este povo não cedeu à colonização e o distanciamento com os missionários fez com que os autóctones ficassem sem saber sobre a existência de Jesus Cristo até aos dias de hoje.

O Natal não é comemorado nas comunidades Mucubais e a falta de informação e o fraco trabalho das instituições religiosas pode ser apontado como sendo umas das causas, O Soba José Bony refere-se que estas populações mantêm-se fiéis à sua cultura.
O forúm foi encerrado
Comentário
Comentários
     
por: Mwangolé de: N'gola Kiá Samba
30.12.2012 22:36
Os rituais de iniciação quer femenina como masculina, os rituais de nascimento ou fúnebres que os Mucubais practicam à séculos, eles não impingem a ninguém, mas sim as suas gentes. Agora porque comemorariam eles o nascimento de um bebe com quem não se identificam, ou até mesmo nunca ouviram falar!!!! O artigo envés de singir-se apenas no facto deles não comemorarem o Natal, devia informar-nos o que esses povos comemoram e quando para poderemos respeitar tais datas. Natal hoje em dia virou comércio... gostaria de saber quantas pessoas que dizem comemorar a data rendem homenagem a Jesus.


por: Mateus Londalu de: Namibe
29.12.2012 15:41
CONHEÇAMOS ANGOLA! Muitos dizem ser angolanos e alguns até, governantes, mas não conhecem a realidade angolana. Quem diz que a religião nao tem nada a ver com a colonização, no caso de angola é mentiroso. O Soba Bony disse e muito bem. Ausencia de missionarios, pelo facto de os Mucubais, kuisses não terem cedido a colonização, levou-lhes a exclusão social. 98% dos Mucubais não professam religiao. O Deputado Muatonguela, o unico Mucubal que está a fazer ensino superior, 5º ano de direito, apenas este ano 2012 foi batizado e casado na Igreja.


por: joao antonio de: lobito
27.12.2012 08:42
a questao dos mucubais nao comemorarem o natal nao tem nada a ver com colonialismo e com cultura porque o natal e o dia da familia e do nascimento de jesus segundo a biblia pois a ligacao entre o homen e o espirito criador tem segundo a calendario romano 2012 anos e o colonialismo data de 1484 por isso a diferenca e grande e nao acredito que os mucubais sejam pagoes e ateus dentro de um pais com fronteiras bem difinidas . podem ser feiticista ou qumbanguistas que eram religioes africanas que veneravam deus antes da colonizacao pois e as endotronizacao comunista que pos a mentes desses povos distorcidas


por: carlos de: portugal
26.12.2012 20:44
E porque teriam de o comomorar??

Resposta

por: Pretty-Lady de: Luanda
29.12.2012 18:36

Temos que respeitar todo mundo.

Resposta

por: Feliciano Duartes de: Lubango
29.12.2012 15:45
Os Mucubais não são obrigados a comemorar natal, tal como eu. Mas nesta peça noticiosa, gostei o facto de o soba grade dos mucubais ter-se mostrado como sendo alguem que conhece bem a comunidade que representa neste mosaiko. De facto, os Mucubais não sofreram efeitos da coonização por isso é que ate hoje preservam a sua cultura ha 100% e não se misturam com outras pessoas.

Siga-nos

Rádio

AudioAngola Fala Só: Ao Vivo I Mp3

Sexta 16:30 - 17:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Seg-Sexta 17:00 - 18:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Sáb-Dom 17:00 - 18:00 UTC

Os Nossos Vídeos

Your JavaScript is turned off or you have an old version of Adobe's Flash Player. Get the latest Flash player.
Manchetes Africanas 1 Agosto 2014i
X
01.08.2014 20:33
Os títulos que marcaram o início do mês de Agosto
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 1 Agosto 2014

Os títulos que marcaram o início do mês de Agosto
Vídeo

Vídeo Ivan Collinson - Participante Yali

Ivan Collinson - Participante Yali. Veio de Moçambique e é director adjunto do registo académico da Universidade Eduardo Mondlane. Ivan sente-se mais africano depois de participar na Iniciativa Jovens Líderes Africanos nos EUA
Vídeo

Vídeo Manchetes Americanas 31 Julho 2014

Câmara dos Representantes indicia processo contra Presidente Barack Obama
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 31Julho 2014

Da propagação do vírus do ébola, aos ataques do Boko Haram. Os títulos que marcam a actualidade de África
Vídeo

Vídeo Cadija Mané - Participante Yali

Cadija Mané - Participante Yali. Veio da Guiné-Bissau, onde trabalha como coordenadora da Casa dos Direitos. Regressa para a Guiné com mais determinação e força de vontade para mudar as coisas
Vídeo

Vídeo Vilma Nhambi - Participante Yali

Vilma Nhambi - Participante Yali. Veio de Moçambique e tem um projecto com mulheres e adolescentes nas zonas rurais.
Vídeo

Vídeo Selma Neves - Participante Yali

Selma Neves - Participante Yali, veio de Cabo Verde. É Presidente da Incubadora, uma cooperativa de empoderamento de mulheres e fica por mais dois meses para um estágio em Nova Iorque
Vídeo

Vídeo Manchetes Americanas 29 Julho 2014

Os principais assuntos que fazem a actualidade dos Estados Unidos da América, com Bruna Ladeira
Vídeo

Vídeo Majo Joseph - Participante Yali

Majo Joseph - Participante Yali veio de Moçambique e a sua área de acção é a sociedade civil e seu empoderamento
Vídeo

Vídeo Akiules Neto - Participante Yali

Akiules Neto - Participante Yali. Veio de Angola e a sua vida são os números
Mais Vídeos