quinta-feira, 28 agosto, 2014. 15:07 UTC

Notícias / Angola

Angolanos questionam benefícios da independência

No aniversário da independência opiniões divididas em relação ás conquistas alcançadas e apontam as desigualdades sociais e políticas

Arão Ndipa
O percurso histórico da independência conquistada em 1975 por Angolanos destemidos ainda não aflorou no consenso da maioria.

O 37º aniversário será mais uma data de reflexão para muitos, e de nostalgia para os Angolanos que se bateram por esta causa, cujo reconhecimento não é valorizado pelas autoridades, que não deixam de enaltecer a importância sobre o significado da efeméride.


Os benefícios da independência continuam a ser questionados uma vez que a maioria dos Angolanos reclamam por mais oportunidades e melhores condições sociais.

Não obstante todas as preocupações ainda assim partilham da ideia segundo a qual valeu a pena a independência contra a subjugação colonial.

O politólogo José Rodrigues Baião faz uma retrospectiva histórica sobre o 11 de Novembro para concluir que a verdadeira independência de Angola só foi conquistada depois da morte do antigo líder da UNITA.

Os angolanos vão festejar mais um aniversário da sua independência, com opiniões divididas em relação as conquistas alcançadas e apontam as desigualdades sociais e políticas como factores de alguma frustração e desespero.

Para nos falar sobre o assunto, ouvimos o politólogo José Rodrigues Baião e o político Anastácio Finda.
O forúm foi encerrado
Comentário
Comentários
     
por: Garfos de: Beirute
17.11.2012 08:34
Propaganda tuga, a mais angolanos a gozar de boa vida agora do que antes da independência. Há mais escolas, universidades, hospitais e oportunidades para os angolanos. Angola só tem 10 anos para se organizar, pois os tugas moveram guerra atrvés do lacaio Savimbi e por cá o Dhlakama.
A descolonização essa é que ta lixar a tuga. Hoje nem tacho tem... Penso que queriam dizer que os tugas estão com saudades do colonialismo. Viva África una e soberana


por: Anónimo
13.11.2012 18:39
Enquanto que muitos angolanos estâo a sofrer, acho que esta independencia nâo valeu de nada. Os mulatos e os brancos em Angola que gozam da nossa riqueza e os verdadeiros angolanos que sâo os negros vivem numa pobreza imensa por cumprice do Zedu ou seja o santo- menses. Viva Dr. Savimbi! Puro Angolano.


por: Anónimo
13.11.2012 15:20
OS BENEFICIOS PERTENCEM A ISABEL DOS SANTOS Q COMPRA OS BANCOS FALIDOS EM PORTUGAL COM A CONIVENCIA DO GOVERNO PORTUGUES , ONDE ELA TRABALHOU ANTES DE COMPRAR ESTES BANCOS? MESMO OUTROS FILHOS DO TIRANO ONDE TRABALHAVAM ? SO PODE SER EM PORTUGAL , O MUSICO IRLANDES BOB TEM RAZAO Q ANGOLA E GOVERNADA POR UM BANDO DE MAFIOSOS .

Siga-nos

Rádio

AudioAngola Fala Só: Ao Vivo I Mp3

Sexta 16:30 - 17:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Seg-Sexta 17:00 - 18:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Sáb-Dom 17:00 - 18:00 UTC

Os Nossos Vídeos

Your JavaScript is turned off or you have an old version of Adobe's Flash Player. Get the latest Flash player.
Lei Russa Contra a Profanaçãoi
X
27.08.2014 18:06
A Rússia promulgou em Julho uma lei que ameaça multar actos de profanação nos media, filmes, literatura, na música e no teatro. A restrição foi bem recebida por quem diz que a blasfémia está fora do controlo, outros rejeitam a decisão por considerarem tratar-se de paternalização e censura
Vídeo

Vídeo Lei Russa Contra a Profanação

A Rússia promulgou em Julho uma lei que ameaça multar actos de profanação nos media, filmes, literatura, na música e no teatro. A restrição foi bem recebida por quem diz que a blasfémia está fora do controlo, outros rejeitam a decisão por considerarem tratar-se de paternalização e censura
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 27 Agosto 2014

Noticias de Africa em video
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 26 Agosto 2014

Noticias de Africa em video
Vídeo

Vídeo Manchetes Americanas 26 Agosto 2014

Os principais títulos americanos na última semana de Agosto
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 25 Agosto 2014

As noticias de Africa em video
Vídeo

Vídeo O impacto económico do Ébola

O recente surto de Ébola na Africa Ocidental poderá prejudicar as economias governamentais na Libéria, Guine, e Serra Leoa, e talvez mesmo Nigéria. Os esforços de prevenção interferem com o comércio, desportos e viagens
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 22 Agosto 2014

Noticias de Africa em video
Vídeo

Vídeo Ferguson clama por justiça

Violência, frustração e raiva têm sido a combinação explosiva no bairro de St. Louis, em Ferguson, Missouri. Os protestos começaram depois de um jovem negro de 18 anos ter sido morto por um polícia branco
Mais Vídeos