sexta-feira, 01 agosto, 2014. 15:54 UTC

Notícias / Angola

Angola: FMI quer mais transparência e adverte para défice orçamental

O FMI recomenda às autoridades angolanas que garantam uma “transferência atempada” das receitas da Sonangol para o Tesouro nacional.

x
Redacção VOA
O Fundo Monetário Internacional recomendou ao governo angolano o lançamento de programas de diversificação económica, apostando em infra-estruturas, capital humano e redução de custos empresariais, de acordo com um comunicado divulgado aqui em Washington.

No final de uma visita a Luanda, entre 16 e 29 de Janeiro, de uma equipa técnica do FMI aquele organismo internacional sustenta que o petróleo, que é o motor da economia angolana, irá beneficiar dos preços elevados do barril e da subida da produção petrolífera em cerca de 4%, para mais de 1,8 milhões de barris por dia.

No mesmo documento, o FMI recomendam às autoridades angolanas que garantam uma “transferência atempada” das receitas da Sociedade Nacional de Combustíveis de Angola, Sonangol, para o Tesouro angolano.

“Continua o processo de reconciliação dos actuais fluxos da receita petrolífera, bem como os esforços envidados pelas autoridades no sentido de explicar inteiramente o grande residual acumulado das contas fiscais 2007-2010″, de quase 42 mil milhões de dólares, pode ler-se no documento.

No comunicado, afirmar-se que a proposta de lei de Orçamento de Estado para 2013 é um passo importante no sentido de se conseguir uma contabilidade fiscal “universal e unificada”, deixando a Sonangol, pela primeira vez, de ter a seu cargo operações quase-fiscais.

No entanto, o FMI chama a atenção para o facto de a proposta de orçamento conter um aumento significativo da despesa com um consequente défice orçamental, “pelo que as autoridades têm de acompanhar com atenção o impacto desse défice na inflação e na balança de pagamentos.”
O forúm foi encerrado
Comentário
Comentários
     
por: José Armindo de: Luanda
01.02.2013 06:39
Estou feliz com esse prunuciamento do FMI, vê-se que um órgão distinto. Angola em virtude do acordo stand by, tem dados alguns passo para consolidação da sua contabilidade, porém ainda não é muito transparente nos seus actos, é preciso fugirmos dos actos esconsos que não dignificam o nosso país. Por isso bem haja essa reprimenda da parte do FMI. Espero que nosso dirigente se sinta vinculado e acatem tais chamada de atenção.

Siga-nos

Rádio

AudioAngola Fala Só: Ao Vivo I Mp3

Sexta 16:30 - 17:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Seg-Sexta 17:00 - 18:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Sáb-Dom 17:00 - 18:00 UTC

Os Nossos Vídeos

Your JavaScript is turned off or you have an old version of Adobe's Flash Player. Get the latest Flash player.
Ivan Collinson - Participante Yalii
X
31.07.2014 20:06
Ivan Collinson - Participante Yali. Veio de Moçambique e é director adjunto do registo académico da Universidade Eduardo Mondlane. Ivan sente-se mais africano depois de participar na Iniciativa Jovens Líderes Africanos nos EUA
Vídeo

Vídeo Ivan Collinson - Participante Yali

Ivan Collinson - Participante Yali. Veio de Moçambique e é director adjunto do registo académico da Universidade Eduardo Mondlane. Ivan sente-se mais africano depois de participar na Iniciativa Jovens Líderes Africanos nos EUA
Vídeo

Vídeo Manchetes Americanas 31 Julho 2014

Câmara dos Representantes indicia processo contra Presidente Barack Obama
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 31Julho 2014

Da propagação do vírus do ébola, aos ataques do Boko Haram. Os títulos que marcam a actualidade de África
Vídeo

Vídeo Cadija Mané - Participante Yali

Cadija Mané - Participante Yali. Veio da Guiné-Bissau, onde trabalha como coordenadora da Casa dos Direitos. Regressa para a Guiné com mais determinação e força de vontade para mudar as coisas
Vídeo

Vídeo Vilma Nhambi - Participante Yali

Vilma Nhambi - Participante Yali. Veio de Moçambique e tem um projecto com mulheres e adolescentes nas zonas rurais.
Vídeo

Vídeo Selma Neves - Participante Yali

Selma Neves - Participante Yali, veio de Cabo Verde. É Presidente da Incubadora, uma cooperativa de empoderamento de mulheres e fica por mais dois meses para um estágio em Nova Iorque
Vídeo

Vídeo Manchetes Americanas 29 Julho 2014

Os principais assuntos que fazem a actualidade dos Estados Unidos da América, com Bruna Ladeira
Vídeo

Vídeo Majo Joseph - Participante Yali

Majo Joseph - Participante Yali veio de Moçambique e a sua área de acção é a sociedade civil e seu empoderamento
Vídeo

Vídeo Akiules Neto - Participante Yali

Akiules Neto - Participante Yali. Veio de Angola e a sua vida são os números
Mais Vídeos