segunda-feira, 21 abril, 2014. 12:24 UTC

Notícias / Angola

Angola: FMI quer mais transparência e adverte para défice orçamental

O FMI recomenda às autoridades angolanas que garantam uma “transferência atempada” das receitas da Sonangol para o Tesouro nacional.

x
Tamanho das letras - +
Redacção VOA
O Fundo Monetário Internacional recomendou ao governo angolano o lançamento de programas de diversificação económica, apostando em infra-estruturas, capital humano e redução de custos empresariais, de acordo com um comunicado divulgado aqui em Washington.

No final de uma visita a Luanda, entre 16 e 29 de Janeiro, de uma equipa técnica do FMI aquele organismo internacional sustenta que o petróleo, que é o motor da economia angolana, irá beneficiar dos preços elevados do barril e da subida da produção petrolífera em cerca de 4%, para mais de 1,8 milhões de barris por dia.

No mesmo documento, o FMI recomendam às autoridades angolanas que garantam uma “transferência atempada” das receitas da Sociedade Nacional de Combustíveis de Angola, Sonangol, para o Tesouro angolano.

“Continua o processo de reconciliação dos actuais fluxos da receita petrolífera, bem como os esforços envidados pelas autoridades no sentido de explicar inteiramente o grande residual acumulado das contas fiscais 2007-2010″, de quase 42 mil milhões de dólares, pode ler-se no documento.

No comunicado, afirmar-se que a proposta de lei de Orçamento de Estado para 2013 é um passo importante no sentido de se conseguir uma contabilidade fiscal “universal e unificada”, deixando a Sonangol, pela primeira vez, de ter a seu cargo operações quase-fiscais.

No entanto, o FMI chama a atenção para o facto de a proposta de orçamento conter um aumento significativo da despesa com um consequente défice orçamental, “pelo que as autoridades têm de acompanhar com atenção o impacto desse défice na inflação e na balança de pagamentos.”
O forúm foi encerrado
Comentário
Comentários
     
por: José Armindo de: Luanda
01.02.2013 06:39
Estou feliz com esse prunuciamento do FMI, vê-se que um órgão distinto. Angola em virtude do acordo stand by, tem dados alguns passo para consolidação da sua contabilidade, porém ainda não é muito transparente nos seus actos, é preciso fugirmos dos actos esconsos que não dignificam o nosso país. Por isso bem haja essa reprimenda da parte do FMI. Espero que nosso dirigente se sinta vinculado e acatem tais chamada de atenção.

Siga-nos

Rádio

AudioAngola Fala Só: Ao Vivo I Mp3

Sexta 16:30 - 17:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Seg-Sexta 17:00 - 18:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Sáb-Dom 17:00 - 18:00 UTC

Os Nossos Vídeos

Your JavaScript is turned off or you have an old version of Adobe's Flash Player. Get the latest Flash player.
Manchetes Africanas 18 de Abrili
|| 0:00:00
...
 
🔇
X
18.04.2014
Vídeo

Vídeo "Temos muitos problemas na Guiné-Bissau", Abel Incada, candidato presidencial

Os guineenses foram às urnas a 13 de Abril e estão expectantes num novo Governo de paz e estável
Vídeo

Vídeo África do Sul vai a votos a 7 de Maio

Na África do Sul, o ANC está em campanha difícil para segurar o seu domínio no Limpopo, onde ganhou 85 por cento dos votos em 2009.
Vídeo

Vídeo Pistorius está no banco dos réus e a acusação tem sido dura

Os acusadores tentaram descrever o atleta sul-africano Oscar Pistorius como egoísta e abusivo durante o segundo dia de interrogatório no seu julgamento por homicídio.
Mais Vídeos