sábado, 02 agosto, 2014. 02:26 UTC

Notícias / Angola

Angola: Muitos cidadãos continuam indocumentados

O ministro da justiça anunciou para o ano que vem a criação de um programa nacional de registo gratuito de adultos.

Manuel José
Em Angola, muitos cidadãos continuam a não dispor de um documento de identificação. Uma das causas é o custo dos documentos. Agora o governo quer lançar um programa de registo gratuito.

As autoridades não conhecem ao certo quantos angolanos estão nestas condições. Daí o ministro da justiça ter anunciado para o ano que vem a implementação de um programa nacional de registo gratuito de adultos.


A medida agrada à jurista Ana Paula Godinho que reforça a necessidade de se registar as pessoas: “Muitas foram refugiadas para os países vizinhos na altura da guerra, é preciso registar essas pessoas”.

A advogada revela também que grande parte dos adultos apresenta registos falsos: “Alguns apresentam registos falsificados e isto acontece inúmeras vezes”.

Godinho sugere que se aproveite o recenseamento geral da população, para se registar toda a gente: “No momento em que se estiver a recensear as pessoas, procurar saber se naquela residência, todos os habitantes são portadores de bilhete de identidade ou se têm registo”.

Já a política Alexandra Simeão acredita que os emolumentos praticados em Angola são o principal inibidor na obtenção do registo de nascimento.

Uma certidão de nascimento, por exemplo, não fica por menos de 50 dólares. Segundo Simeão, “mesmo aquele que é pedido a título normal não sai nada barato, se a pessoa tiver uma urgência o documento custa 60 dólares”.

Simeão considerou ainda que o acesso ao registo de nascimento deve ser facilitado, por ser um direito constitucional do cidadão.
O forúm foi encerrado
Comentários
     
Năo existem comentários. Seja o primeiro

Siga-nos

Rádio

AudioAngola Fala Só: Ao Vivo I Mp3

Sexta 16:30 - 17:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Seg-Sexta 17:00 - 18:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Sáb-Dom 17:00 - 18:00 UTC

Os Nossos Vídeos

Your JavaScript is turned off or you have an old version of Adobe's Flash Player. Get the latest Flash player.
Manchetes Africanas 1 Agosto 2014i
X
01.08.2014 20:33
Os títulos que marcaram o início do mês de Agosto
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 1 Agosto 2014

Os títulos que marcaram o início do mês de Agosto
Vídeo

Vídeo Ivan Collinson - Participante Yali

Ivan Collinson - Participante Yali. Veio de Moçambique e é director adjunto do registo académico da Universidade Eduardo Mondlane. Ivan sente-se mais africano depois de participar na Iniciativa Jovens Líderes Africanos nos EUA
Vídeo

Vídeo Manchetes Americanas 31 Julho 2014

Câmara dos Representantes indicia processo contra Presidente Barack Obama
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 31Julho 2014

Da propagação do vírus do ébola, aos ataques do Boko Haram. Os títulos que marcam a actualidade de África
Vídeo

Vídeo Cadija Mané - Participante Yali

Cadija Mané - Participante Yali. Veio da Guiné-Bissau, onde trabalha como coordenadora da Casa dos Direitos. Regressa para a Guiné com mais determinação e força de vontade para mudar as coisas
Vídeo

Vídeo Vilma Nhambi - Participante Yali

Vilma Nhambi - Participante Yali. Veio de Moçambique e tem um projecto com mulheres e adolescentes nas zonas rurais.
Vídeo

Vídeo Selma Neves - Participante Yali

Selma Neves - Participante Yali, veio de Cabo Verde. É Presidente da Incubadora, uma cooperativa de empoderamento de mulheres e fica por mais dois meses para um estágio em Nova Iorque
Vídeo

Vídeo Manchetes Americanas 29 Julho 2014

Os principais assuntos que fazem a actualidade dos Estados Unidos da América, com Bruna Ladeira
Vídeo

Vídeo Majo Joseph - Participante Yali

Majo Joseph - Participante Yali veio de Moçambique e a sua área de acção é a sociedade civil e seu empoderamento
Vídeo

Vídeo Akiules Neto - Participante Yali

Akiules Neto - Participante Yali. Veio de Angola e a sua vida são os números
Mais Vídeos