quarta-feira, 22 outubro, 2014. 15:20 UTC

Notícias / Angola

Violações dos direitos humanos em Angola preocupam a sociedade civil

Angola regista casos preocupantes de violação dos direitos humanos

Arão Ndipa
Os relatos sobre casos de violações dos direitos humanos em Angola estão a preocupar sobremaneira os membros da sociedade civil que responsabilizam as autoridades, uma vez que a maioria dos factos noticiados envolve oficiais e agentes ligados ao Ministério do Interior.

Exemplos recentes que deixaram a sociedade angola em estado de choque têm a ver com os casos de tortura de reclusos da cadeia localizada no município de Viana cuja autoria é atribuída aos agentes prisionais.

Os assassinatos de sete jovens no município do Cacuaco, para além das demolições de residências, sem aviso prévio, e a tortura contra duas senhoras num centro comercial nos arredores de Luanda.


As autoridades angolanas já vieram a público condenar o sucedido e apresentar a sua versão sobre estes e outros casos alguns do quais foram enviados ao Ministério Publico para a instrução dos respectivos processos criminais.

No princípio do mês de Fevereiro a Amnistia denunciou a demolição de casas e a expulsão de milhares de famílias no bairro Maiombe, no município do Cacuaco, e Luanda, uma acção atribuída a elementos do exército e da polícia de intervenção rápida.

O presidente da Liga Internacional dos Direitos Humanos e Ambiente, classifica o quadro como sendo bastante preocupante.

As organizações da sociedade civil revelam que, nos últimos dias, Angola tem vindo a registar casos preocupantes de violação dos direitos humanos que colocam o país numa situação de insegurança permanente.

Para nos falar sobre o assunto, ouvimos João Castro, presidente da Liga Internacional de Defesa dos Direitos Humanos e Ambiente e Francisco Tunga Alberto, secretário executivo do Conselho de Coordenação dos Direitos Humanos.
O forúm foi encerrado
Comentários
     
Năo existem comentários. Seja o primeiro

Siga-nos

Rádio

AudioAngola Fala Só: Ao Vivo I Mp3

Sexta 16:30 - 17:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Seg-Sexta 17:00 - 18:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Sáb-Dom 17:00 - 18:00 UTC

Os Nossos Vídeos

Your JavaScript is turned off or you have an old version of Adobe's Flash Player. Get the latest Flash player.
Ébola e os órfãos da Serra Leoai
X
22.10.2014 11:07
Centenas de crianças ficaram órfãos na Serra Leoa devido ao surto do vírus do Ébola, são vítimas do estigma e da rejeição. Os familiares não querem saber deles. A Serra Leoa abriu o primeiro orfanato de vítimas do Ébola no distrito de Kailahun.
Vídeo

Vídeo Ébola e os órfãos da Serra Leoa

Centenas de crianças ficaram órfãos na Serra Leoa devido ao surto do vírus do Ébola, são vítimas do estigma e da rejeição. Os familiares não querem saber deles. A Serra Leoa abriu o primeiro orfanato de vítimas do Ébola no distrito de Kailahun.
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 21 Outubro 2014

As noticias de Africa em imagens
Vídeo

Vídeo Ébola: Um Poema para os Vivos

O filme da Chocolate Moose é uma animação desmistificando o Ébola, explicando a doença através do caso de um menino infectado. A VOA fez a dobragem do vídeo original na voz de Mayra de Lassalette. Saiba mais no link http://tinyurl.com/l7vgtjv
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 17 Outubro 2014

As noticias de Africa em video
Vídeo

Vídeo Nascimentos na Libéria em tempos de Ébola

O hospital JFK na Libéria tinha encerrado a maternidade, devido ao Ébola, mas urge agora reabrir o serviço que já fez 93 partos desde que voltou a abrir
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 15 Outubro 2014

As noticias de Africa em video
Vídeo

Vídeo Libéria: Os bravos que recolhem os corpos das vítimas de Ébola

Na Monróvia, capital da Libéria, uma jovem não aceitou ir para o hospital quando os técnicos de saúde assim o solicitaram. E a comunidade em que vivia também não. A jovem morreu e muitos da comunidade estão infectados com Ébola e isto já começa a ser uma história comum na Libéria
Vídeo

Vídeo Qual é o significado estratégico de Kobani?

Kobani continua a ser palco de intensos combates entre militantes do grupo Estado Islâmico (ISIS ou ISIL) e forças curdas. Os EUA levaram a cabo mais ataques aéreos. A ONU adverte para o possível massacre de centenas de civis se a cidade cair totalmente nas mãos dos extremistas islâmicos.
Mais Vídeos