terça-feira, 09 fevereiro, 2016. 13:46 UTC

    Notícias / Angola

    Analistas angolanas divididas quanto ao envio de tropas para a RDC

    Tropas angolanas
    Tropas angolanas
    Manuel José
    Angola deve ou não enviar militares para o conflito armado na República Democrática do Congo? A questão vai levantando acesos debates e divide as opiniões de analistas angolanas.


    A jornalista Suzana Mendes é peremptória em afirmar que não quer  ver o envolvimento de tropas angolanas no Congo Democrático:

    “Sou totalmente contra isso.”

    Suzana Mendes defende que um eventual envio de militares angolanos para o Congo teria de ser decidido pelos deputados angolanos:

    “Eu sou totalmente contra Angola ir ou enviar tropas sem qualquer aval por exemplo do parlamento.”

    De opinião contrária, a jurista Ana Paula Godinho é apologista de uma intervenção militar de Angola:

    “Por vezes é necessário de facto uma intervenção militar, sim.”

    A advogada fundamenta a sua tese:

    “Em África e aqui na nossa região por vezes só a diplomacia não chega”.

    Há uma fronteira extensa entre Angola e a RDC, daí a jurista pensar que é preciso prevenir os acontecimentos maus:

    Nós fazemos fronteira com a RDC e é óbvio que qualquer conflito que se alastre acaba entrando pela nossa fronteira a dentro.”

    Posição contrária à desta jurista tem a analista política, Alexandra Simeão:

    “Talvez fosse importante que nós aparecêssemos não como país que envia tropas mas de facto estabelecer com idoneidade com capacidade no âmbito da diplomacia.”

    A analista política pensa que a juventude angolana, o grosso das tropas, devia ser poupada de assuntos alheios:

    “Tem que ser ponderada, a que preço é que esta juventude vai ser enviada para o Congo, que se calhar não tem qualquer estrutura para ser modificada.”

    Alexandra Simeão aproveitou para caracterizar o que de facto se passa na maior parte dos países africanos em conflito:

    “Porque aqui o que acontece na maior parte destes países é que temos uma pequena elite que governa, que está rica e depois a maioria da população vive abaixo de cão”.

    Analistas angolanas divididas quanto à necessidade do envio de militares angolanos para o conflito armado entre tropas do governo do Congo Kinshasa e os rebeldes do movimento M-23.
    O forúm foi encerrado
    Comentário
    Comentários
         
    por: joao antonio de: lobito
    05.12.2012 14:23
    a senora ana paula godinho ja esteve nas faplas e na frente de conbate , nessas condicoes os homenes vivem piores que os caes ,sem comida,sem casernas,sem mantas,sem dinheiro e no fim do mundo ela que nao e3steje afalar a toa porque o peixe morre pela boca e angola nao e o exercito mais poderoso de africa e que muitas das vezes meia duzias de homens podem mudar uma batalha,uma guerra ou o destino do mundo,mais se ela quer experimentar esta vida nos que ja a vivemos podemos acompanha'la e boa sorte


    por: JOAO ANTONIO de: LOBITO
    05.12.2012 13:52
    O TEMPO DA EXPANSAO TERRITORIAL JA PASSOU,ISTO ERA NO TEMPO DE DIOGO CAO POIS ESTAMOS NOS FINS DOS TEMPOS E NADA DEM HEROIS DO FARWEST OU SUBSTITUTOS DO ROBIN DOS BOSQUES,CUTEM A POLIO PARA FORA DA AFRICA


    por: Mwangolé de: Ngola kiá Samba
    03.12.2012 15:23
    Titulos e futilidades angolanas...pork não tratam a opinião dessas Sras como opinião de cidadãos angolanos comuns???? Porque se "Analistas" só têm isto para dizer, então o primeiro comentarista é o "Analista Sénior" das relações Angola/RDC.


    por: valentim de: Benguela
    01.12.2012 12:17
    Os partidos políticos da oposição assim como a sociedade em geral, devem estar atentos com uma situação séria como esta. Porque estes gostam fazer coisas contra a vontade do povo.


    por: Ndumiso de: Zimbabwe
    01.12.2012 05:16
    Angola querre enviar tropas in RDC por uma so razao, JES tem medo , treime que os seu enemigo( FLEC) estava no congo. Se Kabila perder,entao o que tomara poder talvez nao sera com boa relacao com JES ,ai a FLEC poder atoar mais do que antes.
    Por favor , JES nao enviar filhos do pobre ir morrer no conflito do outre pais.

    Siga-nos

    Rádio

    AudioAngola Fala Só: Ao Vivo I Mp3

    Sexta 16:30 - 17:30 UTC
     

    AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

    Seg-Qui 17:00 - 18:30 UTC
     

    AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

    Sexta-feira 17:30 UTC
     

    AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

    Sáb-Dom 17:00 - 18:00 UTC

    Os Nossos Vídeos

    Your JavaScript is turned off or you have an old version of Adobe's Flash Player. Get the latest Flash player.
    Manchetes Mundo 8 Fevereiro 2016i
    X
    08.02.2016 20:00
    Mais Vídeos