terça-feira, 27 janeiro, 2015. 14:22 UTC

Notícias / Angola

Luandenses pedem ajuda aos deputados para resolverem problemas das suas comunidades

Falta de água potável, luz eléctrica, saneamento básico, saúde e transporte são os grandes problemas que assolam os luandenses.

Coque Mukuta
Falta de água potável, luz eléctrica, saneamento básico, saúde e transporte são os grandes problemas que assolam os luandenses.

Segundo os populares ouvidos pela nossa reportagem gostavam de ver os seus legítimos representantes a pressionarem o executivo angolano para resolver os problemas das suas comunidades.

“Energia e água e falta de transporte. Já ouvi que o preço do táxi vai subir a 300 kuanzas”, frisou.

“A delinquência está 100 por centro, não há escola, então que tipo de representantes são esses que não velam pelos problemas dos cidadãos”, lamentou outro popular.

Para o deputado do PRS, Eduardo Kuangana, um executivo que já governo há 37 anos nada mais tem para dar porque segundo Kuangana, falta de luz e água são velhos problemas nas comunidades angolanas:

“Quem não conseguiu atender um país há 35 anos, jamais vai conseguir em cinco anos, o problema da falta de água e luz é antigo” disse.

Kuangana garantiu ainda assim em tudo fazer para discutir com quem de direito para resolver os problemas das populações “o que nos falta é juntarmos todas essas preocupações e levarmos a quem de direito para resolver os problemas das populações” frisou.

Já para o presidente da bancada parlamentar da UNITA, a água e a luz são questões básicas para um governo responsável e digno deste nome “um governo responsável um governo digno deste nome tem de ter capacidade de resolver os problemas básicos das populações” disse.

“Quando não consegue resolver o governo tem de ter idoneidade e verticalidade para poder dizer não estão em condições para poder governar e aqueles que conseguem assume isso” afirmou.

Danda disse terem já solicitado as direcções da EPAL e da EDEL para pedirem explicações sobre o verdadeiro problema naqueles sectores. “Nós vamos mesmo à EPAL e à EDEL para dizerem o qué que se passa” disse.

“Onde é que está a incapacidade para resolver o problema desta cidade que se chama Luanda” disse Danda quando comentava o pedido das populações aos deputados para pressionar o executivo a solucionar o problema da falta de água potável, luz eléctrica, saneamento básico, saúde e transporte.

Lembro um dia como hoje (27), no mês de Setembro tomavam posse no parlamento angolano MPLA com 175 lugares, UNITA 32, CASA-CE 8, PRS 3, FNLA 2.
O forúm foi encerrado
Comentários
     
Năo existem comentários. Seja o primeiro

Siga-nos

Rádio

AudioAngola Fala Só: Ao Vivo I Mp3

Sexta 16:30 - 17:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Seg-Qui 17:00 - 18:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Sexta-feira 17:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Sáb-Dom 17:00 - 18:00 UTC

Os Nossos Vídeos

Your JavaScript is turned off or you have an old version of Adobe's Flash Player. Get the latest Flash player.
Manchetes Africanas 26 Janeiro 2015i
|| 0:00:00
...  
🔇
X
26.01.2015 19:54
As imagens das noticias africanas
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 26 Janeiro 2015

As imagens das noticias africanas
Vídeo

Vídeo Prisioneiros do Quenia Batalha pela reintegração

Depois de ter estado na prisao é difícil encontrar trabalho e ser aceite na cidade. Um grupo de ex-presos em Nairobi querem provar que ha vida depois do crime. (Janeiro 2015)
Vídeo

Vídeo Vacinas para o Ebola

A pior crise do Ebola na historia do mundo entrou no segundo ano. Os cientistas estao a desenvolver uma vacina contra este virus mortal. (Janeiro 2015)
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 23 Janeiro 2015

As imagens das noticias de Africa
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 22 Janeiro 2015

As imagens das noticias africanas
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 21 Janeiro 2015

Imagens noticiosas afrcianas
Vídeo

Vídeo American Sniper: A história de um atirador americano que matou mais de 160 pessoas

Nomeado para o Oscar de Melhor Drama, o filme de Clint Eastwood baseia-se na história real de Chris Kyle, um oficial da Marinha americana que serviu no Iraque por quatro vezes como atirador profissional. O filme explora o efeito da guerra na psique humana
Mais Vídeos