sexta-feira, 01 agosto, 2014. 11:51 UTC

Notícias / Angola

Bispos vão exigir do Governo extensão do sinal da Rádio Ecclésia

Bispos angolanos preocupados com o aumento de casos de feitiçaria em Angola e a promoção da homossexualidade por alguns órgãos de comunicação social

Dom José Manuel Imbamba, arcebispo de Saurimo (Foto de arquivo)
Dom José Manuel Imbamba, arcebispo de Saurimo (Foto de arquivo)
Venâncio Rodrigues
— A Igreja Católica afirma  que  não dispor de informações sobre o desaparecimento dos jovens Alves Kamulinga e de Isaías Cassule assim como da  jornalista  da Guiné Bissau, Milocas Pereira.


A revelação foi feita esta quarta-feira, em Luanda, pelo porta-voz da Comissão Episcopal de Angola e São Tomé,  Dom José Manuel Imbamba, que disse não dispor de dados sobre o assunto.

“Não dispomos de dados sobre o assunto”, declarou, sem mais detalhes.

O porta-voz da CEAST fez estas declarações durante uma conferência de imprensa que marcou o fim da segunda  assembleia plenária deste órgão da Igreja Católica em Angola.
Os dois jovens  estão em parte incerta há seis meses enquanto que a jornalista, Milocas Pereira,  não é vista desde de Setembro.

Nenhuma entidade oficial de se pronunciou sobre a sorte destes cidadãos até ao momento para desespero das famílias que quase se convenceram que os mesmos podem ter sido mortos.

Entretanto, das conclusões da reunião da CEAST, destaca-se a preocupação dos bispos  angolanos sobre o aumento de casos de feitiçaria em Angola e da promoção da homossexualidade por alguns órgãos  de comunicação social.

Neste encontro ficou reafirmada a decisão de exigir do Governo a extensão do sinal da Rádio Ecclésia, afeta à Igreja Católica, no ano que completa 57 anos da sua existência em Angola.
O forúm foi encerrado
Comentários
     
Năo existem comentários. Seja o primeiro

Siga-nos

Rádio

AudioAngola Fala Só: Ao Vivo I Mp3

Sexta 16:30 - 17:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Seg-Sexta 17:00 - 18:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Sáb-Dom 17:00 - 18:00 UTC

Os Nossos Vídeos

Your JavaScript is turned off or you have an old version of Adobe's Flash Player. Get the latest Flash player.
Ivan Collinson - Participante Yalii
X
31.07.2014 20:06
Ivan Collinson - Participante Yali. Veio de Moçambique e é director adjunto do registo académico da Universidade Eduardo Mondlane. Ivan sente-se mais africano depois de participar na Iniciativa Jovens Líderes Africanos nos EUA
Vídeo

Vídeo Ivan Collinson - Participante Yali

Ivan Collinson - Participante Yali. Veio de Moçambique e é director adjunto do registo académico da Universidade Eduardo Mondlane. Ivan sente-se mais africano depois de participar na Iniciativa Jovens Líderes Africanos nos EUA
Vídeo

Vídeo Manchetes Americanas 31 Julho 2014

Câmara dos Representantes indicia processo contra Presidente Barack Obama
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 31Julho 2014

Da propagação do vírus do ébola, aos ataques do Boko Haram. Os títulos que marcam a actualidade de África
Vídeo

Vídeo Cadija Mané - Participante Yali

Cadija Mané - Participante Yali. Veio da Guiné-Bissau, onde trabalha como coordenadora da Casa dos Direitos. Regressa para a Guiné com mais determinação e força de vontade para mudar as coisas
Vídeo

Vídeo Vilma Nhambi - Participante Yali

Vilma Nhambi - Participante Yali. Veio de Moçambique e tem um projecto com mulheres e adolescentes nas zonas rurais.
Vídeo

Vídeo Selma Neves - Participante Yali

Selma Neves - Participante Yali, veio de Cabo Verde. É Presidente da Incubadora, uma cooperativa de empoderamento de mulheres e fica por mais dois meses para um estágio em Nova Iorque
Vídeo

Vídeo Manchetes Americanas 29 Julho 2014

Os principais assuntos que fazem a actualidade dos Estados Unidos da América, com Bruna Ladeira
Vídeo

Vídeo Majo Joseph - Participante Yali

Majo Joseph - Participante Yali veio de Moçambique e a sua área de acção é a sociedade civil e seu empoderamento
Vídeo

Vídeo Akiules Neto - Participante Yali

Akiules Neto - Participante Yali. Veio de Angola e a sua vida são os números
Mais Vídeos