segunda-feira, 22 dezembro, 2014. 16:18 UTC

Notícias / Angola

Rádio Ecclésia nega ter cedido ao governo

Director afirma ter abandonado luta por emissoes em onda curta porque não há uma Bispo que ordena serviço pastoral á escala nacional

Coque Mukuta
O director da Rádio Ecclésia desmentiu que esta estação tivesse sido pressionada pelo MPLA a não publicar informação adversa ao governo angolano.




A rádio é conhecida pela sua informação independente mas têm circulado informações que os administradores desta emissora católica cederam a pressões do partido no poder.

O Padre Quintino Kandanji Director da Rádio Ecclésia negou em entrevista a Voz da América haver qualquer influência do partido no poder na linha editorial da Emissora Católica de Angola.

Para o Padre Kandanji não correspondem à verdade as informações segundo as quais a sua direcção terá sido influenciada pelo MPLA para a não publicação de matérias que chocam com o executivo.

Para o Sacerdote a emissora católica de Angola pertence única e exclusivamente a CEAST que lhe foi entregue como um instrumento de envangelização.

“A Emissora Católica de Angola é propriedade da Conferencia Episcopal de Angola e Sã-Tomé e ela foi entregue como instrumento de envangelização” frisou.

Durante vários anos a emissora lutou para poder emitir em todo o pais e tambem para emitir em ondas curtas algo que foi agora abandonado.

O director da rádio disse após reflexões profundas os bispos da CEAST, acharam conveniente não exigirem o retorno da emissão em ondas curtas, por não existir em Angola um Bispo que ordena o serviço pastoral nacional.

Por isso adoptaram na última conferência dos bispos, a declaração púbica da ex-ministra da Comunicação Social Carolina Cerqueira de atribuição de frequências moduladas às emissoras diocesanas locais.

“A Igreja Católica em Angola tem vários bispos e nós não temos bispos nacionais. Não temos Igreja Católica que depende de uma só pessoa. Se nós estabelecêssemos a onda curta isso implicaria que o bispo do lugar onde esta “onda” fosse proposta para todo país, faria a gestão pastoral para todo país. E isso em Angola não procede porque cada diocese, cada bispo tem um projecto de serviço pastoral para o serviço do seu povo de Deus” acrescentou.
O forúm foi encerrado
Comentário
Comentários
     
por: bruno de: Huila
20.12.2012 20:06
Isso é uma estúpida explicação do Director da Rádio Eclesias. Onde já se viu dizer que não existe um Bispo Nacional se a CEAST é Angola e São Tomé!? Então sr Director explica aos angolanos porque é que transmitem missas na TPA, se não existe um padre nacional. Isso só mostra que a Eclesias está BEM VENDIDA. Pouca vergonha


por: mbalumka de: Benguela
18.12.2012 21:22
Padre Kandandji mentiu, sem vergoha na cara. Quando foi padre em Benguela era pessoa honesta, mas depois de ter vindo de São Tome e tomar posse no cargo de Director da Radio Eclesia, virou camalhão. Sabemos que recebeu uma viatura e dinheiro do Ministerio da Comunicação social, por via disso, converteu-se em arrogancia, nao respeita os colegas de serviço, sobretudo a irma Kavate não é respeitada.
Padre Quintino é hoje, sem vergonha, tambem um dos padres corruptos, defensores das causas perdidas pelo regime Mpelista. Padres e Bispos bandidos aumenta o numero em Angola


por: domingos guilherme de: benguela
18.12.2012 19:49
não está bem convicente porque quando pressionavam não havia bispos nacionais. e se for o caso porquê não se abre a emissora católica de benguela em FM que aguarda autorização há muitos anos?

Siga-nos

Rádio

AudioAngola Fala Só: Ao Vivo I Mp3

Sexta 16:30 - 17:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Seg-Qui 17:00 - 18:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Sexta-feira 17:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Sáb-Dom 17:00 - 18:00 UTC

Os Nossos Vídeos

Your JavaScript is turned off or you have an old version of Adobe's Flash Player. Get the latest Flash player.
Medo na América em 2014i
X
22.12.2014 07:00
A América faz o flashback de 2014 e neste vídeo estão alguns dos temas que mais aterrorizaram os Estado Unidos este ano
Vídeo

Vídeo Medo na América em 2014

A América faz o flashback de 2014 e neste vídeo estão alguns dos temas que mais aterrorizaram os Estado Unidos este ano
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 19 Dezembro 2014

As imagens noticiosas de Africa
Vídeo

Vídeo Gozar com Kim Jong Un é assunto sério

O filme " A Entrevista" com James Franco e Seth Rogen foi realizado, mas a Sony Pictures Entertainment cancelou a sua estreia. O que prometia ser um sucesso de bilheteiras para Hollywood tornou-se num pesadelo entre ameaças da Coreia do Norte aos Estados a ataques de pirataria à Sony Pictures.
Vídeo

Vídeo Presidente Obama fala aos cubanos

"Ao povo cubano, os EUA estendem a sua mão de amizade"
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 18 Dezembro 2014

As imagens noticiosas de Africa
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 17 Dezembro 2014

As imagens das noticias de Africa
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 12 Dezembro 2014

As imagens das noticias africanas
Mais Vídeos