sábado, 01 novembro, 2014. 04:32 UTC

Notícias / África

Líder da al-Qaida envolvido na tomada de reféns na Argélia

Mokhtar Belmokhtar era um dos comandantes da AQMI - al-Qaida do Magreb Islâmico - até ao ano passado e é seu projecto levar a jihad para lá dos limites do Sahara

Mokhtar Belmokhtar liderou a AQMI até Dezembro do ano passado e é um experiente operacional da nebulosa terrorista da al-Qaida com passagens no Afeganistão
Mokhtar Belmokhtar liderou a AQMI até Dezembro do ano passado e é um experiente operacional da nebulosa terrorista da al-Qaida com passagens no Afeganistão

Multimédia

Áudio
  • Líder da al-Qaida envolvido na tomada de reféns na Argélia

Anne Look
Um novo grupo afiliado a al-Qaida e que diz chamar-se de “Assinantes pelo Sangue” assaltou uma refinaria de gás da BP, na Argélia, tendo feito dezenas de reféns estrangeiros para além de um número não especificado de argelinos.

O grupo militante afirmou que a sua acção era uma represália contra o governo argelino pelo apoio dado a operação militar francesa contra rebeldes islâmicos no norte do Mali.
 
O líder do grupo “Assinantes pelo Sangue” que assumiu o controlo da refinaria da BP no sul da Argélia na Quarta-feira, faz parte da lista de radicais islâmicos mais procurados na região há vários anos.

Mokhtar Belmokhtar é um antigo comandante da al-Qaida no Magreb Islâmico – AQMI, um grupo activo desde 2007 no norte do Mali altura em que uma equipa de salafistas sedeados na Argélia decidiu oficialmente juntar-se a al-Qaida. Belmokhtar separou-se da AQIM em Dezembro do ano passado com o objectivo de disseminar a jihad para lá da região do Sahara.

Andrew Lebovich um especialista em segurança e residente em Dacar disse haver indicações de que esse novo batalhão de combatentes é o núcleo de homens fiéis a Belmokhtar e sob comando da AQMI – o famoso “Batalhão de Mascarados”. O grupo mantem uma forte ligação com os militantes islâmicos que actualmente combatem contra as forças francesas e malianas nas regiões do norte e centro do Mali.

“Existem provavelmente diferenças pessoais entre alguns desses líderes mas essa fragmentação, essa separação que conduz a criação de grupos parece ser uma forma de gerir essas diferenças, isso enquanto se vão mantendo uniformes as suas acções.”

Belmokhtar está ligado a dezenas de raptos e pedidos de resgates assim como de negociações de reféns na região do Sahel nos últimos 10 anos. É também conhecido sob a alcunha de “Nunca apanhado” ou ainda do “Senhor Marlboro” por causa do seu envolvimento no contrabando de cigarro no Sahel.

Apesar de toda a sua actividade criminal, especialistas em segurança, tais como Andrew Lebovich, afirmam que Belmokhtar é um jihadista endurecido, treinado pela al-Qaida no Afeganistão e altamente envolvido nos grupos de jihadistas argelinos iniciados em 1993.

“Ele é conhecido como um sobrevivente, um negociador e por ser muito astucioso. As pessoas esquecem que ele tem uma excepcional ascendência jihadista. Ele viajou para o Afeganistão quando tinha 17 anos, onde perdeu um dos olhos. Ele lutou no início com a GIA – Grupo Islamico Armado. Foi um dos primeiros a juntar-se a GSPC, foi comandante e talvez ainda da AQIM, isso dependendo de como estão definidas as suas estruturas. Portanto, é um homem que está no activo há mais de 20 anos.”

O grupo “Assinantes de Sangue” disse anteontem a imprensa mauritaniana que a tomada de reféns foi uma resposta a Argélia ter permitido que a França use o seu espaço aéreo para conduzir ataques aéreos no norte do Mali contra grupos de milícias islâmicas.

A França deu início na Sexta-feira passada aos bombardeamentos no Mali ao pedido do governo maliano, depois dos combatentes jihadistas iniciarem o avanço em direcção ao sul.
O forúm foi encerrado
Comentários
     
Năo existem comentários. Seja o primeiro

Siga-nos

Rádio

AudioAngola Fala Só: Ao Vivo I Mp3

Sexta 16:30 - 17:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Seg-Sexta 17:00 - 18:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Sáb-Dom 17:00 - 18:00 UTC

Os Nossos Vídeos

Your JavaScript is turned off or you have an old version of Adobe's Flash Player. Get the latest Flash player.
Levando a vida no cemitério: Reportagem sobre pobreza persistente em Moçambiquei
X
31.10.2014 18:08
Com as suas ricas reservas de gás natural por explorar, Moçambique poderá tornar-se num dos maiores abastecedores de energia – facto central nas recentes eleições nacionais. Mas nem todos usufruem das riquezas acumuladas. Há uma pobreza persistente, veja como alguns residentes de Maputo sobrevivem
Vídeo

Vídeo Levando a vida no cemitério: Reportagem sobre pobreza persistente em Moçambique

Com as suas ricas reservas de gás natural por explorar, Moçambique poderá tornar-se num dos maiores abastecedores de energia – facto central nas recentes eleições nacionais. Mas nem todos usufruem das riquezas acumuladas. Há uma pobreza persistente, veja como alguns residentes de Maputo sobrevivem
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 31 Outubro 2014

As noticias de Africa em video
Vídeo

Vídeo Manchetes Americanas 30 Outubro 2014

As principais notícias que marcam a última semana do mês de Outubro, nos Estados Unidos
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 30 Outubro 2014

As noticias de Africa em video
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 29 Outubro 2014

As noticias de Africa em video
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 28 Outubro 2014

As noticias de Africa em video
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 24 Outubro 2014

As noticias de Africa em imagens
Vídeo

Vídeo Levados pelo Boko Haram

O mundo espera para ver se a Nigéria consegue negociar a libertação das 219 raparigas da escola de Chibok, raptadas pelo grupo islâmico Boko Haram em Abril. Activistas dizem que o Boko Haram já raptou centenas de jovens rapazes, mulheres e crianças, desde 2009.
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 23 Outubro 2014

As noticias de Africa em imagens
Vídeo

Vídeo Mãe Trabalhadora - trailler do filme

O filme explora a dupla responsabilidade das mulheres moçambicanas, como mães e trabalhadoras. Gentilmente cedido pelo Organização Internacional do Trabalho
Mais Vídeos