quarta-feira, 23 abril, 2014. 11:47 UTC

Notícias / Estados Unidos

EUA: Adolescente acusado de preparar ataque armado à escola

Um adolescente no Estado do Alabama que se auto-intitulou de branco supremacista é acusado de preparar um ataque contra colegas de turma e um professor com pequenos explosivos de fabrico caseiro.

Tamanho das letras - +
Redacção VOA
— Um adolescente no estado do Alabama que se auto-intitula supremacista branco é acusado de preparar um ataque contra colegas de turma e um professor com pequenos explosivos de fabrico caseiro, embora o seu advogado argumente que as alegações são desproporcionadas e que o jovem nunca teve intenção de causar danos a alguém.


Derek Shrout, de 17 anos, é acusado de tentativa de assalto depois das autoridades terem dito que ele planeava usar explosivos de fabrico caseiro para atacar condiscípulos na Escola Secundária do Condado de Russell, no leste do Alabama.

O xerife do Condado de Russell, Heath Taylor, disse à agência Associated Press pensar que o tiroteio na Escola Primária de Sandy Hook foi um factor porque a primeira data no diário do rapaz descrevendo o plano era 17 de Dezembro – três dias depois do massacre de Connecticut, onde um atirador matou 20 crianças e seis adultos.

O xerife Taylor revelou que o rapaz disse aos investigadores que era um branco supremacista e cinco dos seis estudantes que mencionou no seu diário são negros. O diário foi encontrado por um professor, que o entregou às autoridades.

O seu advogado, Jeremy Armstrong, declinou discutir especificidades do caso, mas afirmou que a publicidade em redor do caso até agora “era ligeiramente exagerada”.

“A nossa posição é de que o nosso cliente não tinha intenção de causar danos a alguém”, disse.

Uma busca a casa do jovem Shrout encontrou pequenas caixas de tabaco e duas caixas grandes, todas perfuradas e contendo bagos de chumbo. O xerife Taylor disse que o que elas precisavam para se tornarem explosivas era apenas pólvora negra e detonadores. O diário também menciona alegadamente o uso de armas de fogo. O xerife disse que o pai de Shrout possuía algumas armas de fogo, como uma espingarda de caça, uma caçadeira e uma pistola. 

O xerife acrescentou não acreditar na reivindicação inicial do jovem de que o diário era um trabalho de ficção.

O adolescente, que e magro e usa óculos, disse pouco durante uma primeira comparência em tribunal. O juiz David Johnson estipulou uma fiança de 75 mil dólares que foi paga pela família na segunda-feira para garantir que o jovem aguarde julgamento em liberdade.

O juiz ordenou ao jovem para não contactar ninguém na escola, estudantes ou professores, e não usar a internet sem supervisão paterna. O jovem vai também usar uma pulseira electrónica.

Alguns dos condiscípulos de Derek Shrout confirmaram o seu interesse na supremacia branca.
O forúm foi encerrado
Comentários
     
Năo existem comentários. Seja o primeiro

Siga-nos

Rádio

AudioAngola Fala Só: Ao Vivo I Mp3

Sexta 16:30 - 17:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Seg-Sexta 17:00 - 18:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Sáb-Dom 17:00 - 18:00 UTC

Os Nossos Vídeos

Your JavaScript is turned off or you have an old version of Adobe's Flash Player. Get the latest Flash player.
Manchetes Africanas 22 de Abrili
|| 0:00:00
...
 
🔇
X
22.04.2014 16:03
Mais Vídeos