quinta-feira, 21 agosto, 2014. 04:21 UTC

Notícias / A Sua Saúde

A Guiné-Bissau registou este ano um aumento de 25 % de novas infeções de Sida

Hoje, 7 mil e 500 crianças guineenses são órfãos, porque o pai ou a mãe, ou ainda todos eles morreram de Sida

Lassana Casamá
A subida de taxa deve-se a falta de recursos financeiros para a prossecução de actividades de prevenção a doença. Foi o que apurou o nosso correspondente em Bissau, Lassana Cassama, durante a entrevista com o Director de Programa de Seguimento e Avaliação do Secretariado Nacional de Luta contra Sida.

Os dados contradizem largamente a estatística reconfortante do ano passado, isto quanto a taxa de novas infecções.

Falava-se da estagnação em 2011, mas este ano verificou-se uma subida assustadora de taxa em 25% de novas infecções, enquanto o quadro geral aponta para 3.3%, um número assustador em comparação aos países vizinhos, nomeadamente o Senegal, situado em 0,2% e a Guiné-Conakry, com pouco mais.

E a propósito de cenário, ouvido pela Voz de América, o Director de Programa de Seguimento e Avaliação do Secretariado Nacional de Luta contra Sida, Adulai Jalo, descreveu o panorama geral da prevalência do VIH na população guineense.

Esta estatística, para técnicos de saúde não só representa uma grande preocupação, mas sim sugere profunda implementação dos planos programados, sobretudo a execução de actividades que se assentam na supervisão das células do interior do país, o tratamento e despistagem, formação e capacitação dos técnicos a nível de prestação de cuidados, registo e reportagem de informações para o central de controlo.

Acções que não foram ou foram efectuadas com enormes deficiências, por falta de fundos financeiros. Basta recordar que em 2012, o Secretariado Nacional de Luta contra Sida esperava de doadores uma de 6 milhões e 599 mil euros, montante que jamais foi recebido, salvo a injecção financeira direccionada apenas para compra de medicamentos, tanto assim que o disparo da cifra de novas infecções assenta na falta de recursos financeiros.
         

Adulai Jalo falou ainda que os guineenses estão agora a viver mais com VH 1, o mais agressivo, de que VH2, o primeiro que deu entrada no pais, se calhar menos perigoso. A inversão desta tendência aconteceu a partir da guerra de 7 de Junho de 1998. 

Adulai Jalo, Director do Programa de Seguimento e Avaliação do Secretariado Nacional de Luta contra Sida sobre a prevalência de doença na Guiné-Bissau.

Dados actualizados nos indicam que os profissionais do sexo representam a faixa social mais afectada pela doença com 39%, seguida de homens com uniforme (militares e paramilitares) com 9.2% e camionistas 9%.

Hoje, 7mil e 500 crianças são órfãos, porque o pai ou a mãe, ou ainda todos eles morreram de Sida, porquanto os números indicam que prevalência de Sida em adulto com mais de 15 anos, na Guiné-Bissau, é estimada em 24 mil, ou seja, 2.5% da população geral.
O forúm foi encerrado
Comentários
     
Năo existem comentários. Seja o primeiro

Siga-nos

Rádio

AudioAngola Fala Só: Ao Vivo I Mp3

Sexta 16:30 - 17:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Seg-Sexta 17:00 - 18:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Sáb-Dom 17:00 - 18:00 UTC

Os Nossos Vídeos

Your JavaScript is turned off or you have an old version of Adobe's Flash Player. Get the latest Flash player.
Manchetes Africanas 20 Agosto 2014i
X
20.08.2014 18:26
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 19 Agosto 2014

E se uma aplicação lhe dissesse qual o seu valor como noiva? Pois já existe!
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 18 Agosto 2014

As notícias que marcam o início da penúltima semana de Agosto, no continente africano
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 15 Agosto 2014

As notícias de África em 60 segundos
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 14 Agosto 2014

Os assuntos que marcam a actualidade africana em apenas 60 segundos
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 13 Agosto 2014

As principais notícias que marcam a actualidade do continente africano
Vídeo

Vídeo "É preciso criar financiamento para mulheres no negócio informal", Lígia Fonseca

Entrevista nos estúdios da VOA com Lígia Fonseca, primeira-dama de Cabo Verde e advogada de profissão, que esteve em Washington, por ocasião da cimeira EUA/ África. Agosto 2014 ......
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 12 Agosto 2014

A actualidade africana em 60 segundos
Mais Vídeos