terça-feira, 28 julho, 2015. 08:20 UTC

Notícias / África e Mundo

Fórum de Davos: Líderes africanos tentam atrair mais investimentos

Zuma: "Muitos líderes africanos tomaram medidas para garantir a estabilidade nos seus países"

Presidente sul-africano, Jacob Zuma, um dos participantes no Fórum Económico Mundial
Presidente sul-africano, Jacob Zuma, um dos participantes no Fórum Económico Mundial
Redacção VOA
As economias de muitos países da África subsaariana têm vindo a crescer apesar da recessão global.

No Fórum Económico Mundial a decorrer em Davos na Suiça, líderes africanos e mundiais estão a debater maneiras de tornar mais atraentes os investimentos no continente.

Falando durante a conferência, o presidente sul-africano, Jacob Zuma, salientou que durante a crise económica internacional, muitos líderes africanos tomaram medidas para garantir a estabilidade nos seus países: “ Os líderes africanos decidiram colectivamente tomar acções para fazer avançar a África. Lidámos colectivamente com a questão da democracia no continente. Tomamos a decisão de melhorar as nossas infra-estruturas, de aumentar o nosso comércio regional. Estamos a preparar a integração das cinco regiões económicas do continente.”

Outro dos intervenientes neste Fórum de Davos, o presidente nigeriano Goodluck Jonhatan falou por seu turno do caso dos países africanos que dependem grandemente apenas de uma exportação como por exemplo o petróleo para defender a necessidade de diversificação da actividade económica: “ Qualquer país que dependa apenas da venda de uma matéria-prima corre riscos. Por exemplo se algo afecta a exploração petrolífera isso afecta-nos na Nigéria. E é por isso que estamos a olhar para áreas diferentes.”

A África é o segundo continente mais populoso com cerca de mil milhões de pessoas. No seu subsolo jazem riquezas imensas tais como petróleo, gás natural, carvão, ouro, bauxite, platina e diamantes.

Aproveitando o Fórum Económico Mundial de Davos, o presidente sul-africano, Jacob Zuma, argumentou que o desenvolvimento do continente está a ser contido por infra estruturas que não são adequadas.

De acordo com as Nações Unidas, no Congo, um país com a área da europa Ocidental, apenas mil e 200 quilómetros de estradas se encontram pavimentadas.

Na Etiópia, os agricultores conseguem boas colheitas quando chove o suficiente mas passam fome em tempo de seca visto que o país não dispõe de sistemas de irrigação.
Mesmo a África do Sul, o motor económico do continente, luta com grandes dificuldades para garantir água potável e electricidade aos seus 52 milhões de habitantes.

Tudo isso impede a África de conseguir tornar em realidade o seu potencial, afirmou Jacob Zuma. Nessa perspectiva a África do Sul deu início a um ambicioso programa de recuperação das infra estruturas nacionais durante os próximos 15 anos.

Mas, o presidente sul-africano, Jacob Zuma, não representará apenas o seu país no Fórum Económico Mundial a decorrer em Davos na Suíça. De facto, ele foi nomeado pela União Africana para representar toda a África no esforço do continente para obter o apoio dos países mais ricos para melhorar as suas infra-estruturas.
O forúm foi encerrado
Comentários
     
Năo existem comentários. Seja o primeiro

Siga-nos

Rádio

AudioAngola Fala Só: Ao Vivo I Mp3

Sexta 16:30 - 17:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Seg-Qui 17:00 - 18:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Sexta-feira 17:30 UTC
 

AudioEmissão Vespertina: Ao Vivo I Mp3

Sáb-Dom 17:00 - 18:00 UTC

Os Nossos Vídeos

Your JavaScript is turned off or you have an old version of Adobe's Flash Player. Get the latest Flash player.
Sudão: música salva pessoas da mortei
X
28.07.2015 06:19
Em 2012 o realizador sudanês Hajooj Kuka realizou um documentário entre os refugiados da Guerra civil no Nilo Azul, Sudão, e na região montanhosa de Nuba. E surpreendeu-se com o que ali viu – a música estava a ajudar a salvar pessoas que estavam a ser alvo de ataques aéreos do seu próprio governo
Vídeo

Vídeo Sudão: música salva pessoas da morte

Em 2012 o realizador sudanês Hajooj Kuka realizou um documentário entre os refugiados da Guerra civil no Nilo Azul, Sudão, e na região montanhosa de Nuba. E surpreendeu-se com o que ali viu – a música estava a ajudar a salvar pessoas que estavam a ser alvo de ataques aéreos do seu próprio governo
Vídeo

Vídeo Marvel Comics lança um novo Homem-Aranha: Miles Morales

Seja em quadradinhos ou na tela do cinema, fãs estão acostumados a ver Peter Parker por trás do Homem-Aranha. Mas isto está a mudar. A Marvel Comics lançou Miles Morales para substituir Peter Parker em uma nova série de quadradinhos. Ele é metade latino e metado afro-americano e já é bem popular.
Vídeo

Vídeo Procuradoras mulheres da Somália para fazer a diferença

Numa nação marcada por um longo conflito, corrupção e impunidade, o governo da Somália espera reconstruir o sistema de justiça do país e pela primeira vez trouxe seis procuradoras mulheres ao processo
Vídeo

Vídeo Jornalista cego da Somália

Apesar da melhoria de segurança, nos últimos anos, Somália continua um dos países mais perigosos para ser jornalista, pior para que não tem a capacidade de ver. Abdifatah Hassan Kalgacal têm reportado na última década a partir da capital daquele país. É cego
Vídeo

Vídeo Manchetes Africanas 23 Julho 2015

As imagens noticiosas de Africa
Mais Vídeos