Links de Acesso

Morgan Tsvangirai: A ZANU-PF não pode roubar uma outra eleição

  • Sebastian Mhofu

Robert Mugabe (D) e Morgan Tsvangirai

Robert Mugabe (D) e Morgan Tsvangirai

O primeiro ministro do Zimbabué Morgan Tsvangirai e o seu partido não vão permitir ao presidente Robert Mugabe voltar a falsear outra eleição

O primeiro ministro do Zimbabué Morgan Tsvangirai e o seu partido não vão permitir ao presidente Robert Mugabe voltar a falsear outra eleição.

O Movimento para a Mudança Democrática – MDC – fez este comentário poucos dias após o presidente Mugabe ter anunciado que o Zimbabué não vai realizar eleições, em Março próximo, para por termo ao governo de coligação.


As declarações de Tsvangirai foram feitas numa altura em que as sondagens apresentam o MDC a perder apoio.

Dirigindo-se em Bulawayo, Tsvangirai sustentou que vai vencer o sufrágio do próximo ano, tendo desmentido as sondagens sugerindo que o seu partido estaria a perder terreno.

“O MDC nunca perdeu apoio. Temos de ser estratégicos. A ZANU-PF não pode roubar uma outra eleição”.

A ZANU-PF é o partido do presidente Robert Mugabe, com quem Tsavangirai formou, em 2009, um governo de coligação após o disputado sufrágio de 2008.

O governo de unidade estabilizou a economia zimbabueana, mas os dois dirigentes continuam a discordar em diversos sectores.

A semana passada, o ministro da Justiça indicou que um sufrágio geral será efectuado no próximo ano, tendo Tsvangirai sustentado que irá ajudar a fazer avançar a economia, criando postos de trabalho.

O porta-voz do MDC indicou que as datas do sufrágio propostas pelo presidente Mugabe não são possíveis, e que o seu partido vai provar que as sondagens estão erradas ao antecipar a derrota do MDC.
XS
SM
MD
LG