Links de Acesso

Cheias do Zambeze podem afectar mais de 40 mil moçambicanos


Carmelita Namashulua,Ministra da Administração Estatal de Moçambique

Carmelita Namashulua,Ministra da Administração Estatal de Moçambique

Descargas nas barragens podem criar problemas. Ministra revela que há plano de contingência para o Vale do Zambeze.

7 Fev 2011 - Cerca de 40 mil moçambicanos ao longo do Vale rio Zambeze poderão ser afectados pelas inundações provocadas pelas descargas das barragens do Caribe, na Zâmbia, e de Cabora Bassa, em Moçambique.

O anúncio foi feito pela ministra moçambicana da Administração Estatal, Carmelita Namashulua, em Maputo.

Numa entrevista à VOA, Carmelita Namashulua assinalou que, devido a descargas que estão a ser efetuadas nos países vizinhos, nomeadamente na barragem de Cariba na Zâmbia, a Hidroeléctrica de Cabora Bassa também poderá fazer descargas.

As autoridades moçambicanas preveem um cenário em que se Cabora Bassa chegar a descarregar até 8 mil metros cúbicos por segundo, pelo menos os distritos de Caia, Chinde, Marromeu, Mutarara, situados em zonas onde confluem o Zambeze e o Chinde, "vão precisar de um trabalho enérgico", disse a ministra Namashulua.

O governo moçambicano tem um plano de contingência para assistência a cerca de 300 mil pessoas, avaliado em 550 milhões de meticais, cerca de 17 milhões de 200 mil dólares.

XS
SM
MD
LG