Links de Acesso

Primárias de Wisconsin poderão ter impacto na nomeação do partido Republicano

  • Redacção VOA

À espera de votar

À espera de votar

Uma derrota de Donald Trump é vista como possível ponto de viragem

Os eleitores americanos no estado do Wisconsin estão hoje a votar em eleições primárias que poderão ser um revés para os favoritos.

Donald Trump e Hillary Clinton, que comandam a corrida para a nomeação dos partidos Republicano e Democrático respectivamente estão na defensiva no estado de Wisconsin onde as eleições de hoje poderão resultar em revezes que a confirmarem-se poderão destabilizar as suas corridas à presidência.

Donald Trump

Donald Trump

No partido Republicano uma derrota de Trump é vista por muitos como algo que poderá ser um ponto de mudança nesta campanha.

As sondagens indicam uma luta renhida com algumas dando vitórias a Ted Cruz e outras a Donald Trump. Há ainda um terceiro candidato John Kasich.

Para Ted Cruz uma vitória é vista como necessária para levar todas as forças dentro do partido Republicano a unirem-se à sua candidatura para tentar evitar uma vitória de Trump na corrida à nomeação.

Ted Cruz

Ted Cruz

Cruz afirma que Trump é uma candidatura vazia, sem conteúdo.

“Ele é muito bom a gritar, a atacar e a insultar mas não tem soluções de impacto para os problemas a que este país faz face”, disse Cruz.

Os ataques e insultos a que Ted Cruz se referiu têm marcado a corrida do partido Republicano nas últimas semanas com insultos e ataques mútuos envolvendo mesmo as esposas dos dois candidatos.

O analista político Allan Litchman disse que estes ataques têm custado apoio a Donald Trump.

“Eu já testemunhei campanhas muito amargas mas nunca vi uma corrida presidencial transformar-se numa campanha de insultos mesquinhos “, disse.

Bernie Sanders e Hillary Clinton

Bernie Sanders e Hillary Clinton

No que diz respeito ao partido Democrático as sondagens indicam também uma corrida renhida entre Hillary Clinton e Bernie Sanders que embora os analistas considerem não ter chances de ser nomeado continua a ser um espinho doloroso na campanha de Clinton .

Sanders venceu cinco das últimas seis primárias do partido Demorático mas continua atrás na contagem de delegados à convenção.

Bernie Sanders tem já contudo os olhos postos no importante estado de Nova Iorque onde se vão realizar as próximas eleições.

“Estamos a lutar arduamente em Wisconsin. epenso que temos uma boa possibilidade de ganhar aqui e em Nova Iorque e depois em muitos outros estados”, acrescentou.

XS
SM
MD
LG