Links de Acesso

William Tonet acusa tribunal de ignorar Código Penal


William Tonet, director do Folha 8, no tribunal de Luanda

William Tonet, director do Folha 8, no tribunal de Luanda

Jornalista e advogado considera que apresentação de recurso suspende pena de prisão e indemnização de 100 mil dólares.

O jornalista angolano William Tonet afirma que o juiz que o condenou ignorou o código penal angolano. Tonet foi condenado a um ano de prisão e ao pagamento de 100 mil dólares - com pena suspensa durante dois anos.

Mas quando o seu advogado apresentou recurso o juiz encurtou o prazo de pagamento dos 100 mil dólares de dois anos, para cinco dias.

Tonet disse numa entrevista à Voz da América que, se for caso disso, está preparado para se entregar às autoridades para, nas suas palavras, ser colocado "nas masmorras do regime".

Recorde-se que Tonet foi acusado de difamação em vários processos, alguns datados de 2006, devido a notícias publicadas pelo semanário Folha 8, alegando que generais e outros altos responsáveis tinham minas e salários muito elevados.

O jornalista disse que, durante o julgamento, terminado segunda-feira, foi provada a veracidade de todas as notícias. Tanto assim que o próprio Ministério Público pediu a sua absolvição.

“Em função de todos os elementos probatórios, o Ministério Público, que foi o orgão acusador… no final pediu a absolvição, por ter sido provado aquilo que foi publicado… nos processos todos”, disse o jornalista à VOA.

No subtítulo de uma notícia do Folha 8 dizia-se que as minas de diamantes dos generais eram um “ovo de ouro”. Segundo Tonet, o juiz considerou que a existência de ovos de ouro na posse dos queixosos não fora provada – isso apesar de a própria acusação ter notado essa expressão era uma figura de estilo, uma metáfora, a qual o tribunal não se devia apegar.

Mas o juiz condenou William Tonet a um ano de pena suspensa e uma indemnização de 100 mil dólares – mas a aplicação destas penas (tanto a prisão como a indemnização) ficava suspensa por dois anos.

Quando os advogados apresentaram recurso com efeitos suspensivos, a pena foi alterada. E a indemnização que estava suspensa por dois anos e que a ser paga seria em dois anos – passou a ser exigida em 5 dias, o que segundo o jornalista, também advogado, é contrário ao Código Penal de Angola.

“Isto é uma aberração que não existe”, disse Tonet explicando que, ao ser apresentado, o recurso com efeitos suspensivos se aplica a toda a pena (prisão e indemnização) e não apenas a parte dela.

Os seus advogados do director da Folha 8 apresentaram reclamação, da decisão do juiz. Mas se não obtiverem reposta até 2ª feira, ele entrega-se às autoridades.

“Eu não tenho maneira de pagar” 100 mil dólares em cinco dias. “Como o prazo termina no sábado, na segunda-feira vou apresentar-me já de chinelos e calções, para ir para a cadeia”.
A VOA envida esforços para ouvir o juiz e o Ministério Público.

XS
SM
MD
LG