Links de Acesso

Vila do Conda no Cuanza Sul está a renascer das cinzas da seca

  • Fernando Caetano

Fernando Barbosa Fonseca administrador da Vila de Conda no Kuanza Sul

Fernando Barbosa Fonseca administrador da Vila de Conda no Kuanza Sul

A chuva está de volta e a região parece ter entrado na senda do desenvolvimento com a reabilitação das infra-estruturas sócio-económicas.

Apesar de na anterior época agrícola as chuvas tenham sido madrasta, os agricultores da Conda não se inibiram e aproveitando os primeiros sinais de chuva, puderam fazer com que sos principais produtos considerados básicos não faltassem para o consumo.

O exemplo está no mercado local bem na entrada da vila que apresenta, cereais, leguminosas e hortofrutícolas para a satisfação de quem para a Conda se deslocar.

No percurso que levou-nos a vila da Conda numa distância de sensívelmente 100 quilómetros de estrada primária completamente asfaltada desde a cidade do Sumbe com paragem no quilómetro 27 à vila, é notória a satisfação no rosto dos viajantes aos automobilistas.

Motivo tem a ver com a estrada em óptimas condições como fez saber a Voz da América Maria Manuela,, comerciante que confirmou ser louvável já que anteriormente fazia mais de 12 horas de percurso desde o Sumbe à Conda, e que agora só demora duas horas e se fôr com viatura apelidada por quadradinho (referindo-se aos Toyotas Hiaces) actuais, só faz hora e 20 minutos.

As antigas seis pontes onde em tempo de conflito armado servíu para travar as tropas sul africanas que pretendiam entrar pela Gabela em direcção a Luanda e que já constituía um grande perigo para os automobilistas e não só, deu lugar a uma imponente ponte moderna com duas faixas de rodagem.

O município da Conda tem uma extensão territorial de 2.090 quilómetros quadrados, com uma população estimada em 120.000 habitantes distribuídas por várias áreas do meio rural, como é o caso da comuna do Cunjo, áreas administrativas do Assango II, do Jombe com sede nas Cachoeiras, a sede do município que conta não só com a vila mas também com outros bairros circunvizinhos.

A Conda é extremamente um município rural, onde a vida das suas populações está virada para a produção agrícola, pecuária e uma franja da sociedade que é comerciante e a vida administrativa também tem a sua importância no desenvolvimento socio económico do município.

As infraestruturas presentes no municipio estão em flanco crescimento, cada ano que passa surgem mais infraestuturas ligadas a área socio económica e social como a construção de mais salas de aulas.

A rede sanitária foi alargada para mais 30 unidades sanitários, sendo uma unidade hospitalar com maternidade na sede do município, um centro de saúde bastante importante na área das Cachoeiras que além de atender a área do município da Conda, atende também as zonas limítrofes dos municipiod de Porto-Amboim, Sumbe e Amboim.

O nosso interlocutor é o administrador local que sempre predisposto não teve rodeios em poder falar aos nossos microfones começando por dizer que o município sob sus jurisdição está a conhecer um desenvolvimento multifacêtico.
Para efeito Fernando Barbosa Fonseca pertende atraír para o município da Conda o projecto “Terras do Futuro.”

«A conda dispõe de um território bastante grande ainda muito pouco explorado ao que pretendemos que a curto prazo se realizem projectos tendentes a melhorar e dar as famílias camponesas maior renda, queremos transportar de uma forma mais organizada e com cabeça, tronco e membros, trazer aqui para a Conda um modelo que se assemelha um tanto ou quanto as “Terras do Futuro” na Kibala mas, desta vez aqui serão pequenas empresas agrícolas de 4 a 5 hectares para cada família camponesa e aí nós podemos desenvolver a agricultura com pequenos projectos, com pequenos financiamentos, nós vamos dar um melhor corpo a actividade ou desenvolvimento económico».

Falando de economia Fernando Fonseca mostrou-se disposto a levar até a vila alguns bancos comerciais para que a actividade empresarial se faça sentir e que o desenvolvimento seja segundo ele aquela que vai de encontro aos desínios do executivo.

Lembro que na Conda existe apenas uma Agência bancária, trata-se do Banco BIC que tem-se revelado incipiente para a demanda populacional.
XS
SM
MD
LG