Links de Acesso

Police reprime manifestação em Luanda

  • Redacção VOA
  • Coque Mukuta

Poster da vigília por Kamulinge e Cassule

Poster da vigília por Kamulinge e Cassule

Pelo menos sete pessoas foram presas

Pelo menos sete pessoas foram presas em Luanda quando a polícia dispersou dezenas de jovens que pretendiam assinalar o primeiro aniversário do desaparecimento do activista Alves Kamulingue.

A polícia angolana carregou à bastonada sobre os manifestantes tendo efectuado diversas prisões.

Não há noticias de feridos.

Alves Kamulingue desapareceu a 27 de Maio do ano passado.

Dois dias depois outro activista, Isaías Cassule, também desaparecia.

Os dois estavam envolvidos nos preparativos de manifestações de desmobilizados das forças armadas.

O desaparecimento de Alvez Kamulingue a 27 de Maio de 2912 coincide com a data em 1977 de uma tentativa de golpe de estado que levou nas semanas seguintes ao desaparecimento e fuzilamento de milhares de pessoas.

Os organizadores da vigília de Segunda-feira pretendiam também recordar essa data.
A policia compareceu em força no local da concentração tendo impedido a mesma.
Em escaramuças que se seguiram pelo menos sete pessoas foram presas.

Nito Alves, um dos assinantes da carta que informou o executivo angolano sobre a realização do acto reprimido pela polícia disse não temer as acções das autoridades.

Ouça a sua entrevista

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG