Links de Acesso

Vice-presidente da Venezuela classifica de "agressão imperialista" acusação dos EUA

  • Redacção VOA

Tareck El Aissami refuta acusação de tráfico de drogas

Tareck El Aissami refuta acusação de tráfico de drogas

Tareck El Aissami colocado na lista de traficantes de droga dos Estados Unidos

O vice-presidente da Venezuela, Tareck El Aissami, classificou a sua inclusão na lista dos Estados Unidos de traficantes de drogas de "agressão imperialista" nesta terça-feira, 14.

"Não seremos distraídos por estas provocações miseráveis", disse El Aissami numa série de publicações no Twitter.

"A verdade é invencível, e veremos esta agressão vil dissipada", concluiu o vice-presidente.

Na segunda-feira,13, o Departamento do Tesouro dos Estados Unidos colocou Tareck El Aissami e Samark López, que identificou como sendo seu associado, na lista de traficantes de drogas e acusou-os de envolvimento numa rede internacional que envia drogas por ar e mar, e de ter ligações com gangues no México e Colômbia.

A designação na lista permite que o Departamento do Tesouro congele quaisquer activos de indivíduos nos Estados Unidos e impede a pessoa de realizar transações financeiras que atravessam o país.

López também disse que sua inclusão na lista parece ter motivação política.

"O senhor López não é uma autoridade do Governo e não se envolveu com o tráfico de drogas", disse ele em comunicado no seu site, no qual se descreve como um "empresário legítimo".

O Governo venezuelano costuma classificar as acusações de Washington e da oposição sobre tráfico de drogas, corrupção e abusos de direitos humanos como falso pretexto para justificar a interferência no país e uma tentativa de derrubá-lo.

XS
SM
MD
LG