Links de Acesso

Vereadores de cidade brasileira presos por corrupção

  • Patrick Vaz

Os vereadores de uma cidade do Estado brasileiro de Minas Gerais foram detidos acusados de desviarem dinheiros públicos.

Os casos de corrupção no Brasil têm sido denunciados por todos os lados dia após dia.

Desta vez, uma situação inusitada aconteceu no pequeno município de Centralina, na região do Triângulo do Estado de Minas Gerais.

Os 10 mil habitantes da cidade estão surpresos com a prisão preventiva de todos os nove vereadores do município, suspeitos de desviarem dinheiro público.

Os parlamentares são investigados pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado.

Conforme a denúncia, todos os nove vereadores falsificaram notas fiscais para justificar ajudas de custo de viagens que nunca foram feitas.

Quatro deles já renunciaram aos cargos e acabaram soltos depois de prestarem depoimentos.

Agora, cumprem prisão domiciliar o presidente da Câmara Municipal, Eurípides Batista Ferreira, o Baianinho, Hélio Matias, Carla Rúbia e Roneslei do Carmo Soares.

Os demais permanecem detidos no presídio da cidade de Uberlândia.

De acordo com o Ministério Público, os nove vereadores cometeram crimes associação criminosa, peculato, falsidade ideológica e lavagem de dinheiro.

A VOA tentou falar com a comunicação da Câmara Municipal de Centralina, mas a informação é que a casa legislativa está de férias, que apenas vai retomar as actividades na próxima semana e que os suplentes devem assumir os cargos vagos.

XS
SM
MD
LG