Links de Acesso

Presidente da Venezuela ameaça prender donos de fábricas

  • Redacção VOA

Nicolas Maduro

Nicolas Maduro

Nicolas Maduro anuncia manobras militares para preparar defesa contra "agressão estrangeira"

O presidente da Venezuela Nicolas Maduro ameaçou confiscar fábricas encerradas e prender os seus donos que segundo disse estão a tentar sabotar o país.

Maduro falava num comício em Caracas um dia depois de ter prolongado o estado de emergência e acusado os Estados Unidos de tentarem destabilizar o país.

O presidente venezuelano disse que proprietários de fábricas que fecharem a sua produção devem deixar o país ou então serem algemados e enviados para a cadeia.

Ao prolongar o estado de emergência Maduro anunciou exercício militares para o combate ao que disse ser agressão estrangeira que segundo afirmou é a causa da actual crise fiscal.

No sábado milhares de apoiantes da oposição saíram às ruas de caracas par poiar um referendo para remoção de Maduro do poder.

Activistas da oposição já conseguiram, angariar um milhão e oitocentas mil assinaturas mas precisam de quatro milhões para que um referendo possa ser organizado.

A venezuela encontra-se a atravessar uma profunda crise economica com falta dos mais diversos produtos nas lojas.

Recentemente o governo ordenou que os funcionarios publicos trabalhem apenas dois dias por semana para poupar energia

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG