Links de Acesso

Vale suspende produção de carvão no centro de Moçambique

  • Redacção VOA

Decisão da multinacional brasileira surge depois de ataque a um comboio da empresa.

A multinacional brasileira Vale anunciou nesta quarta-feira, 27, ter suspendido a circulação da sua produção de carvão na linha do Sena, após um ataque armado contra um comboio da empresa no troço de Inhamitanga, centro de Moçambique.

A VOA anunciou o ataque na na segunda-feira, 27.

"A empresa participou a ocorrência às entidades competentes e suspendeu as atividades na linha do Sena", escreveu a Vale em comunicado, no qual revela que, no comboio, seguiam três trabalhadores, o maquinista e o seu auxiliar e um segurança da empresa privada G4S.

O comunicado não menciona nenhum prazo para o reinício das operações na linha do Sena.

A empresa estatal Caminhos-de-Ferro de Moçambique (CFM), responsável pela linha de transporte e espaço de manuseamento de carvão mineral, terá perdido em duas semanas de paralisação, 68 comboios de cargas da vale Moçambique.

Como consequência, a empresa estatal terá perdido mais de 30 mil milhões de meticais durante asduas semanas da paralisação da via da empresa que é um dos grandes clientes dos CFM, ao longo da linha de Sena.

XS
SM
MD
LG