Links de Acesso

Uso exagerado do computador pode deixar as pessoas doentes

  • Danielle Stescki

Professor Luis C. Almeida

Professor Luis C. Almeida

Professor de Comunicação nos Estados Unidos teve que andar de bengala quase um ano para recuperar-se do estresse causado pelo prolongado uso do computador.

Quantas horas por dia uma pessoa gasta em frente a um computador, laptop, tablet ou usando o smartphone? Mais de 10 horas? Já pensou nas consequências desse hábito?

Por causa do uso excessivo do computador, Luís Camillo Almeida, professor de Comunicação na Indiana University of Pennsylvania, nos Estados Unidos, ficou muito doente.

Em 2001, Almeida teve um tipo de labirintite causada por estresse. A doença fez com que ele tivesse de andar quase oito meses de bengala.

O médico explicou que quando uma pessoa está estressada, o corpo fica mais fraco, e assim ela tem mais facilidade de adoecer.

Depois de recuperado, o professor interessou-se em pesquisar mais sobre os factores que provocaram a labirintite.

Conduziu um estudo com 100 estudantes da Indiana University e descobriu que 70 por cento dos alunos estavam muito impacientes.

Pelo menos 60 por cento queriam resultados imediatos.

Em 2013, ele recebeu um convite da TEDx Phoenixville da Filadelfia para fazer uma palestra sobre o resultado da pesquisa.

Almeida discorda da ideia de que vamos virar máquinas. “Na minha opinião, nós não somos uma extensão de nada. Somos humanos. Não somos uma extensão do computador”.

Na verdade, o professor acredita que a longo prazo “o computador vai fazer com que a gente fique mais humano do que a máquina.”

Oiça a entrevista na íntegra, para saber do movimemento que o professor Luís Camillo Almeida criou para que o computador seja usado com moderação.

Veja a palestra do professor no TEDx Phoenixville da Filadelfia. Pode assistir com a legenda em português.

XS
SM
MD
LG