Links de Acesso

Sub-secretário do Tesouro americano disponibiliza apoios ao sector financeiro angolano

  • Venâncio Rodrigues

Neal Wolin (à esquerda) sub-secretário americano do Tesouro

Neal Wolin (à esquerda) sub-secretário americano do Tesouro

Neal Wolin reuniu-se hoje com o governador do Banco Nacional de Angola e espera encontrar-se com membros do executivo afectos as finanças e energia

O secretário de Estado Adjunto do Departamento do Tesouro,Neal S. Wolin manifestou hoje a disponibilidade do seu governo em prestar apoio técnico ao sistema financeiro angolano.

Falando ao jornalistas no final de um encontro governador do Banco Nacional de Angola, Neal Wolin disse ter analisado a situação financeira de Angola e as possibilidade de assistência a esta área.

“Falamos sobre a situação financeiro de angola e também falamos sobre como o nosso governo poderá prestar assistência a Angola,” afirmou.

Durante a sua passagem por Luanda o secretário de Estado Adjunto do Departamento do Tesouro americano manteve também encontros com o ministro das Finanças, Carlos Alberto Lopes e com o ministro dos Petróleos, José Botelho de Vasconcelos.

Neal S. Wolin tinha ainda agendado um encontro com líderes empresariais para discutir o panorama económico da região.

Uma nota da embaixada americana em Angola precisou que os encontros de Neal Wolin visaram discutir as formas como o país está a utilizar as receitas provenientes dos recursos naturais para o seu crescimento sustentável e responder às suas necessidades sociais.

Outras discussões estiveram voltadas para a cooperação de Angola com o Grupo de Acção Financeira Internacional (GAFI) na implementação de medidas tendentes a prevenir a lavagem de capitais e combater o financiamento ao terrorismo.

O Secretário Adjunto Neal Wolin, que é a mais alta figura da Administração civil do Presidente Obama a visitar Angola depois de secretária, Hillary Clinton, em 2009,deixou Luanda com destino a África do Sul.

XS
SM
MD
LG