Links de Acesso

EUA: Vantagem de Obama nas sondagens não desmotiva Romney

  • Redacção VOA

Candidatos Barack Obama e Mitt Romney em campanha em campanha na Virginia e Wisconsin respectivamente

Candidatos Barack Obama e Mitt Romney em campanha em campanha na Virginia e Wisconsin respectivamente

Os dois candidatos às presidenciais americanas andam a medir forças nos Estados considerados de cruciais para as eleições de 6 de Novembro

Um dia depois de estarem em campanha altamente disputado Estado do Ohio, o presidente americano Barack Obama e o seu adversário republicano, Mitt Romney rumaram-se para Virginia – um outro Estado crucial para as eleições de 6 de Novembro.

O presidente Obama vai estar na cidade costeira de Virginia Beach, isso enquanto Mitt Romney vai falar aos veteranos durante um evento a ter lugar também na Virgínia nos subúrbios de Washington DC.

Várias sondagens de opinião confirmam uma ligeira vantagem de Barack Obama sobre Mitt Romney na Virginia. O candidato democrata tem assegurado um significativo avanço em relação ao seu adversário republicano em vários outros Estados altamente disputados e que pensam ser decisivos para ganhar as eleições do próximo 6 de Novembro.

Uma nova sondagem publicada ontem, mostra o presidente Obama a frente do antigo governador de Massachusetts com uma vantagem de 53 contra 43 pontos percentuais no Estado do Ohio, e de 53 contra 44 por cento no Estado da Florida.

Obama está igualmente a frente nas intenções de voto em Pensilvania, o terceiro Estado mais disputado das eleições com uma vantagem de dois dígitos.

A adesão ao candidato Mitt Romney caiu consideravelmente depois que um video gravado secretamente foi publicado. A gravação mostra-o numa reunião de angariação de fundos dizendo aos financiadores que 47 por cento de eleitores americanos, que segundo ele não paga taxas, irá votar pelo pelo presidente Obama, aconteça o que acontecer. Romney disse ainda que esse eleitorado é “vitima” e que vive de apoios do governo.

A confrontação que se seguiu forçou ainda o candidato republicano a publicar uma mensagem de campanha na televisão, na qual diz que tanto ele como o presidente Obama, preocupam-se com a situação dos pobres e americanos da classe média, mas que as suas propostas iriam melhorar as condições sociais dessas pessoas.

Durante as paragens que fez na sua campanha em Ohio – um Estado conhecido como sendo um dos principais polos industriais dos Estados Unidos – Mitt Romney acusou o presidente Obama de ter falhado, em pôr fim as más praticas comerciais da China, incluindo o roubo de propriedades e patentes intelectuais, acções que segundo ele têm sido responsáveis pelo elevado nível do desemprego nos Estados Unidos.

Romney disse aos seus apoiantes que a dívida nacional actualmente de 16 trilhões de dólares deverá para cerca de 20 trilhões de dólares se Obama vier a ser reeleito.

Obama criticou por sua vez o seu adversário, apelidando-o de um homem de negócios reformado que se aproveitou da China onde investiu em empresas locais. O presidente cessante acusou Romney de “falar duro” contra as más práticas comerciais da China, ao mesmo tempo que se “aproveita de empresas que se deslocalizaram para aquele país levando elas as possibilidades e postos de empregos.”
XS
SM
MD
LG