Links de Acesso

Universidade Mandume Ya Ndemufayo prepara expansão

  • Teodoro Albano

Lubango sede da universidade Mandume Ya Ndemufayo

Lubango sede da universidade Mandume Ya Ndemufayo

Reitor avisa que docentes terão que melhorar qualificações.

A Universidade Mandume Ya Ndemufayo (UMN) pretende transformar-se numa instituição de referência no ensino superior a nível da região sul de Angola.

Para isso, contudo, o reitor avisa que o seu pessoal docente tem que melhorar as suas qualificações

Para isso, contudo, o reitor avisa que o seu pessoal docente tem que melhorar as suas qualificações

A instituição criada em 2009 integra na sua estrutura cinco unidades orgânicas, nomeadamente o Instituto Superior Politécnico da Huíla com cursos de engenharia, a escola superior pedagógica do Namibe e as faculdades de medicina, economia e direito.

A transformação em instituição de referência passará pela qualidade do pessoal docente, segundo o reitor, Orlando da Mata.

“As unidades orgânicas todas elas sem excepção devem ter um plano de formação pós-graduada para os seus docentes”, disse.

“Também constatei com agrado que há muitos docentes que estão a fazer pós~gradução, mas ainda não é suficiente”, acrescentou

Para o reitor da UMN, o facto de a instituição poder contar com perto de quatro mil estudantes distribuídos pelas suas unidades orgânicas passados apenas seis anos é sinal de crescimento, mas alerta que este crescimento deve ser acompanhado da qualidade.

“ A Universidade Mandume Ya Ndemufayo tem um potencial, ela está a crescer, mas temos que continuar apostar também na qualidade, ela existe, mas nós temos que apostar ainda mais nesta qualidade. Volto novamente ao corpo docentes que é a base que é o eixo estruturante para que formemos bons estudantes”, disse.

A Universidade Mandume Ya Ndemufayo está inserida na chamada sexta região académica de Angola que compreende as províncias da Huíla e Namibe.

XS
SM
MD
LG