Links de Acesso

Unita refuta acusações de que esteja a conspirar contra o congresso do MPLA

  • Manuel José

Alcides Sakala, porta-voz da Unita

Alcides Sakala, porta-voz da Unita

Alcides Sakala responde ao secretário do MPLA em Luanda e ao ministro do Interior.

A Unita negou hoje, 18, ter qualquer intenção de realizar manifestações violentas em Luanda contra o MPLA e o seu presidente José Eduardo dos Santos, como acusou Bento Bento e o ministro do Interior Ângelo de Barros Veiga Tavares em discursos durante o fim-de-semana. Em comunicado lido pelo porta-voz daquele partido na oposição, Alcides Sakala considerou de caluniosas, irresponsáveis e que demonstram que o partido no poder está completamente desnorteado.

Segundo a Unita, o partido voltou a ser vitima de intolerância política. “"Multiplicam-se em quase todo país os actos de intolerância política, violações gritantes dos Direitos Humanos cometidos por elementos ligados ao MPLA, como os que tiveram lugar recentemente no Cuemba Bie, que resultaram num morto e vários feridos graves e destruição de bens e símbolos da Unita”, acusou Sakala.

O porta-voz do partido do Galo Negro considerou que as recentes acusações do MPLA e do Governo segundo as quais a Unita estaria por detrás de uma suposta manifestação violenta para inviabilizar o congresso dos camaradas são infundadas.

"A Unita repudia e deplora veementemente as declarações do ministro do Interior e do primeiro secretário do MPLA de Luanda Bento Bento de que a Unita teria intenção de manifestar-se em Luanda contra o MPLA e o seu líder, são declarações falsas, caluniosas, irresponsáveis e eivadas de intenções inconfessas", continuou Sakala, que ainda acusou o partido do poder de ter perdido “o norte e quer agora tal como no passado voltar a nadar em águas turvas da calúnia e desinformação, para sustentar os seus planos macabros de executar assassinatos políticos dos seus adversários"

Em resposta a Bento Bento, Alcides Sakala disse que ele e o MPLA "vão ficar sozinhos, porque a Unita não vai abraçar discursos musculados, o importante aqui é fazermos tudo para preservar a paz".

O porta-voz da Unita concluiu desejando ao MPLA que realize o seu congresso em paz e democracia.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG