Links de Acesso

Unita questiona participação da Sonangol no novo Banco Económico

  • Redacção VOA

Raúl Danda

Raúl Danda

Oposição quer esclarecimentos sobre o fundo de 19 mil milhões de dólares a ser controlado "em parte" por José Eduardo dos Santos

A Unita escreveu ao presidente José Eduardo dos Santos a pedir explicações sobre a entrada da Sonangol no capital do ex-Banco Espirito Santo Angola(Besa), agora reformado com o nome de Banco Económico.

O Besa entrou em falência devido a milhões de dólares de crédito mal parado e a Sonangol foi chamada a integrar o novo Banco Económico substituindo o BES de Portugal com 35% do capital.

O chefe da bancada parlamentar da Unita,Raúl Danda disse à VOA que o seu partido quer saber se há algum estudo de viabilidade que apoie a entrada da empresa estatal no capital do novo banco.

Para além disso, a Unita quer saber pormenores da garantia soberana de cerca de cinco mil milhões de dólares dadas pelo Governo para assegurar a sobrevivência do então Besa.

Raúl Danda disse ainda que a Unita quer saber se parte de uma reserva estratégica das receitas do petróleo vai ser usada pelo Presidente para financiar estruturas de base.

Segundo o orçamento parte dessa reserva de 19 mil milhões de dólares vai ser controlada pelo Presidente da República, mas não especifica que parte “se é um porcento, 50% ou 99%”.

A Unita quer também a fiscalização dos gastos.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG