Links de Acesso

UNITA quer manifestação pacífica na Huíla

  • Teodoro Albano

Amélia Judite, secretária provincial da UNITA na Huíla.

Amélia Judite, secretária provincial da UNITA na Huíla.

Lider da UNITA convida população a aderir á manifestação de Sábado

A UNITA na Huíla garante ter tudo a postos para sair a rua neste sábado para a designada manifestação pelo respeito à vida.





De acordo com a secretária provincial do galo negro, Amélia Judite, os procedimentos administrativos estão feitos junto das autoridades de direito.

O convite população e às entidades político-partidárias e da sociedade civil também estão feitos, restando apenas o dia da manifestação.

Amélia Judite fez saber que o objectivo é levar o maior número de pessoas a encher a praça Revolução de Outubro, cuja mobilização, passa pela mensagem porta a porta dadas as barreiras encontradas nos meios de comunicação do estado.

“ Estamos a fazer a comunicação aquilo que se chama em política porta a porta, estamos a distribuindo a documentação,” disse afirmando que isso é necessário devido ao facto da televisão e rádio oficiais terem “ficado partidarizadas”.

“Através das redes sociais temos passado a nossa mensagem estamos a passar também através da panfletagem,” disse.

A líder da UNITA na Huíla reitera o objectivo da manifestação que se pretende pacífica e longe do que se está a tentar passar pelos círculos do poder.

Amélia Judite acredita no êxito da manifestação que na região irá terminar com uma vigília.

Judite lamentou o que disse ser “algum discurso musculado” do MPLA que visa “ desviar a atenção verdadeira daquilo que é o propósito desta manifestação e por sinal consagrada na nossa constituição da república que é a lei magna do nosso país”.

“ A nossa expectativa é grande e rogamos que tudo corra tal como estamos a prever. Também aqui ressaltar que depois da marcha pacífica nós teremos uma noite de vigília,” disse.
XS
SM
MD
LG