Links de Acesso

UNITA acusa CNE de mentir, confirma manifestação a 25 de Agosto

  • Manuel José

Isaías Samakuva num comício da UNITA em Cangandala

Isaías Samakuva num comício da UNITA em Cangandala

Samakuva diz que entregou memorando a 19 de Junho, CNE diz que nunca recebeu esse documento listando irregularidades

O líder da UNITA, Isaías Samakuva, disse haver agora indícios claros que as eleições de 31 de Agosto serão marcadas pela fraude.


Numa conferência de imprensa Samakuva reafirmou a realização de uma manifestação de protesto no dia 25 deste mês e acusou a Comissão nacional Eleitoral, CNE, de mentir quando disse nunca ter recebido um memorando do seu partido listando os problemas que tinha encontrado nos preparativos das eleições.

O presidente da UNITA mostrou provas documentais em como no dia 15 de Junho deste ano fez chegar um memorando sobre o que achava serem irregularidades do processo
eleitoral.

Samakuva disse não entender como a CNE diz não ter recebido
formalmente a inquietação da UNITA, se para além do memorando entregue
e recebido por uma funcionária da CNE, falou pessoalmente com o
presidente da CNE Silva Neto, no dia 19 de Junho, colocando na altura
estas preocupações.

O líder do partido do Galo Negro adiantou igualmente durante a
conferência de imprensa, alguns aspectos que indiciam para já fraude
no pleito de 31 de Agosto.

Assim fez notar o facto de algumas pessoas ligadas a partidos da oposição que mesmo tendo actualizado o registo eleitoral, não constam nos cadernos eleitorais, como é o caso do próprio dirigente da UNITA Adalberto da Costa Júnior.

O número 1 da lista de candidatos da UNITA relembrou que quer apenas
que o pleito eleitoral tenha lugar obedecendo á lei.
Daí ter reiterado que Sábado próximo dia 25, a UNITA vai mobilizar os seus
militantes e o povo em geral para uma manifestação que se quer
pacífica e ordeira, para exigir que a Comissão Nacional Eleitoral mude
de postura e corrija todos os aspectos não conformes a lei.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG