Links de Acesso

UNITA pede libertação de Nito Alves

  • Coque Mukuta

 Nito Alves

Nito Alves

Partido comnsidera de "caricata" pedido de admissão no Conselho de Direitos Humanos da ONU

A UNITA exigiu a libertação imediata do adolescente Manuel Baptista Chingonde “Nito Alves”, detido há várias semanas pelas autoridades.




A libertação imediata do activista é uma das recomendações saídas da Nona Reunião do Secretariado Executivo do Comité Permanente da UNITA.

O porta-voz Alcides Sakala disse ainda que a UNITA está preocupada com as constantes acreções e detenções contra pessoas que pensam diferente.

“O Secretariado Executivo do Comité Permanente da UNITA considerou de extrema gravidade as agressões e detenções de cidadãos que nada fazem senão o exercício dos seus direitos constitucionalmente estabelecidos,” disse.

A detenção do jovem Nito Alves começa entretanto a chamar a atenção de orgãos de informação estrangeiros.

O jornal Guardian de Inglaterra já publicou uma reportgem sobre o assunto em que a jornalista lara Pawson afirma que Aves simboliza “o facto de um crescente numero de jovens angolanos ter perdido o medo que durante décadas afectou os seus pais”.

O Comunicado da UNITA afirma ainda por outro lado que é caricato o pedido de admissão de Angola no Conselho dos Direitos Humanos das Nações Unidas devido ás constantes violações aos instrumentos legais consagrados internacionalmente para a protecção e garantia dos direitos e liberdades dos cidadãos

A UNITA, disse Sakala, “acha caricata a admissão de Angola no Conselho dos Direitos Humanos das Nações Unidas quando, no seu exercício diário, o Executivo Angolano viola descaradamente, os instrumentos legais consagrados internacionalmente para a protecção e garantia dos direitos e liberdades dos cidadãos”.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG