Links de Acesso

Unita pede ao PR esclarecimentos sobre visita à China e aos Emirados Árabes Unidos

  • Redacção VOA

Alcides Sakala

Alcides Sakala

A Unita exigiu ao Governo angolano o esclarecimento sobre os termos dos acordos que o Presidente José Eduardo dos Santos assinou com a China e os Emirados Árabes Unidos.

Em comunicado de imprensa lido em Luanda pelo seu porta-voz, Alcides Sakala, o partido galo negro considera de “extrema importância” estabelecer relações com a República Popular da China, mas diz desconhecer até ao momento os termos reais da parceria estratégica entre Luanda e Pequim.

A Unita evoca as normas e princípios de prestação de contas, de boa governação, da transparência e da ética política para sustentar a tese de que o Executivo devia dar a conhecer ao país, através da Assembleia Nacional, os conteúdos dos acordos agora estabelecidos.

“Não tendo isso feito, a Unita exige que, terminada agora a visita efectuada aos dois países do médio e extremo Oriente, o Executivo submeta à Assembleia Nacional, nos termos da alínea k) do Artigo 161 e da alínea d) do Artigo 162 ambos da Constituição da República de Angola, os acordos agora estabelecidos, para que os angolanos tenham oportunidade de conhecer o seu real conteúdo”, ressalvou Sakala.

O partido do galo negro reconhece, no entanto, que cabe ao Presidente da República definir e orientar a política externa do país, mas considera que tal preceito constitucional não inibe José Eduardo dos Santos de não prestar informação ao país.

Na semana passada, Santos visitou a China durante seis dias e os Emirados Árabes Unidos.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG