Links de Acesso

"Unita está pronta para governar", diz Isaías Samakuva

  • Teodoro Albano

Isaías Samakuva

Isaías Samakuva

Líder da Unita pede mandato de cinco anos para mostrar o que partido pode fazer.

João Marcos, em Beneguela, e Teodoro Albano, no Lubango

O presidente da Unita chegou esta segunda-feira, 1, a Benguela para uma visita de três dias, que será dominada por encontros com as vítimas das cheias e análise sobre a situação política e social do país. Entretanto, antes de ir a Benguela, Samakuva esteve na Huíla onde disse que o seu partido está pronto para governar.

A Unita é a sucessora natural e efectiva do MPLA na condução dos destinos de Angola, disse na província da Huíla o presidente do maior partido na oposição, Isaías Samakuva.

“ Haverá quem pergunte: se os que governam vão descansar, então quem vai governar Angola? A minha resposta para quem fizer esta pergunta é a seguinte: a Unita está preparada para governar Angola. A Unita é a sucessora natural e efectiva do MPLA na condução dos destinos de Angola. O prazo que o povo deu a este regime para cumprir as suas promessas feitas em 2008 e em 2012 termina em 2017. E os angolanos já estão convencidos que o Governo não vai conseguir cumprir o que prometeu”, declarou.

Para Isaías Samakuva, é hora de Angola se libertar dos medos e entraves artificiais à liberdade e à democracia. Samakuva sugeriu por outro lado que a o seu partido precisa que os angolanos lhe dêem o benefício da dúvida de cinco anos de governação.

“Não importa o nosso passado, não importa a nossa etnia, não importa a nossa cor política”, disse o líder da Unita para quem “a prioridade agora é a construção do nosso futuro comum”.

“A prioridade é darmos as mãos uns aos outros. Eliminarmos o medo e dizermos todos: oh MPLA vai descansar um bocado”, acrescentou Samakuva que pediu ao eleitorado angolano para dar ao seu partido “cinco anos para mostrar o que pode fazer e mostrar que é diferente e pode trazer de facto a paz social e a estabilidade económica”.

“Se não conseguir depois vamos votar noutro, mas vamos lhe dar o benefício de dúvida. Os outros já estão há 40 anos já vimos que não conseguem não é assim? Então vamos dar benefício de dúvida a Unita”, reiterou.

Em Benguela, onde já se encontra, Isaías Samakuva dirigiu esta tarde um comício no município do Chongoroi, a 156 quilómetros da cidade de Benguela, depois de uma breve passagem pela Huíla.

Amanhã, o líder da Unitavai manter um encontro de cortesia com o governador provincial Isaac dos Anjos, seguindo-se contactos com as mais de 200 famílias que perderam as suas casas em consequência das enxurradas de Março.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG