Links de Acesso

Unita acusa o Governo de ter medo das autárquicas

  • Teodoro Albano

Secretário Nacional para Assuntos Eleitorais da Unita José Pedro Katchiungo

José Pedro Katchiunga afirma que as eleições municipais reduzirão p poder do MPLA e darão mais poderes de controlo aos cidadãos.

O MPLA não está interessado em eleições autárquicas porque o actual sistema privilegia a manutenção do poder ao invés do cidadão, disse o secretário nacional da UNITA para os assuntos eleitorais José Pedro Katchiungo.


“O sistema montado para governar o nosso país hoje é um sistema que está virado para a manutenção e aumento do poder e não para a resolução do problema do homem “ disse Katchiungo, acrescentando que há um "sistema ao serviço do poder tudo pelo poder, todos pelo poder e nada pela cidadania (pelo que) estamos a ficar insensíveis, estamos a ficar atrasados, estamos a ficar servis”.

O Secretário Nacional da UNITA para os Assuntos Eleitorais falava no Lubango onde defendeu um debate transparente e franco sobre as autarquias e o poder local em Angola.

Segundo José Pedro Katchiungo, até ao momento o país tem assistido a um debate pouco claro sobre este importante tópico para a democracia.

O também deputado à Assembleia Nacional pela bancada parlamentar do Galo Negro apegou-se em exemplos para explicar as razões que fazem com que as autarquias e o poder local sejam ainda uma miragem em Angola.

“Nós chegamos ao ponto em que o administrador do município é simultaneamente o secretário municipal do partido que governa, mas também é ele o chefe máximo dos professores da saúde, dos sobas dos desportos…ali há democracia possível? E você que está instalado num sistema desses vai aceitar que venha um sistema que desbarate isso tudo?”, interrogou acrescentando que o MPLA quer evitar as autárquicas porque “vão permitir uma maior descentralização do poder e até uma maior representatividade política nacional na governação da coisa pública.”

Colóquio sobre autárquicas no Lubango
Colóquio sobre autárquicas no Lubango
O político que falava num colóquio que juntou responsáveis, militantes da UNITA e cidadãos anónimos da cidade do Lubango, afirmou que neste emaranhado debate sobre as autarquias em Angola sobre o qual pede maior reflexão e intervenção de todos o conforto reside no facto de as autarquias e o poder local estarem consagrados na constituição do Angola.

José Pedro Katchiungo destacou no certame o papel da imprensa sobretudo na sua abertura para o debate que pode ser decisivo para a implementação das autarquias e o poder local nos marcos da lei.

A sua Opinião

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG