Links de Acesso

UNITA acusa João Lourenço e MPLA de violarem a Constituição

  • Manuel José

Adlaberto da Costa Júnior apresentou queixa no Parlamento

Líder da bancada parlamentar diz que partido não está atrasado para as eleições

A UNITA vai anunciar os seus candidatos à Assembleia Nacional após o Presidente da República convocar oficialmente as eleições gerais que, em principio, devem acontecer no mês de Agosto.

A liderança do principal partido da oposição angolana diz que, ao contrário do que se tem afirmado, a UNITA não está atrasada na corrida e acusa o MPLA e o seu cabeça-de-lista de violarem a Constituição.

''Cada partido define os seus timings e a UNITA não está atrasada, antes pelo contrário, estamos à espera que o Presidente da República faça como prometeu, antecipar desta vez a convocação das eleições, assim que o fizer, cumprindo a Constituição, nós vamos ter eleições em finais de Agosto, estamos absolutamente dentro dos timings'', garantiu o líder parlamentar do partido.

Adalberto da Costa Júnior acusa João Lourenço e o MPLA de “agarrar-se às televisões, em meios do Estado, suspender as aulas em período normal de trabalho, governadores provinciais decretarem tolerância do ponto, agarrarem nas aldeias em camiões, sem o mínimo de segurança e levarem pessoas para os comícios, agarrarem em pessoas em listas controladas para os comícios e a pagar a pessoas da função pública com funções de chefia um vencimento anual como apoio obrigatório à candidatura”.

Costa Júnior revela que o seu grupo parlamentar da UNITA já apresentou uma nota de protesto ao presidente da Assembleia Nacional contra a violação de mais de 20 artigos da Constituição por parte de João Lourenço porque “a UNITA acredita que poderão influenciar a lisura e a transparência das eleições”.

Enquanto aguarda pela revelação dos seus candidatos, a UNITA realiza a 11 de Março no espaço adjacente ao Estádio 11 de Novembro um mega-comício para celebração os 51 anos da criação do partido.

“Convido os habitantes de Luanda e dos mais variados ponto da província a estarem no comício do dia 11, convido zungueiras, funcionários públicos que ganham mal, jovens que procuram emprego, e não conseguem para uma marcha pra vitória do povo sofredor rumo as eleições de Agosto'', anuncia o presidente da UNITA, Isaías Samakuva.

A sua Opinião

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG