Links de Acesso

UNITA diz que o MPLA está a fazer "fintas"


Kamalata Numa, ao lado de Vitorino Nhany, (à direita) novo secretário-geral da UNITA.

Kamalata Numa, ao lado de Vitorino Nhany, (à direita) novo secretário-geral da UNITA.

“Estas fintas todas que estamos a observar levam-nos a crer que é o MPLA que não quer eleições", diz Vitorino Nhany

A UNITA acusou hoje o MPLA de insistir na preparação de fraude eleitoral, alegando que este partido não está a dar qualquer sinal no sentido de exigir a anulação da indicação de Suzana inglês para o cargo de presidente da Comissão Nacional Eleitoral e de outros actos ilegais.

No seu primeiro encontro com a imprensa, o novo secretário -geral da UNITA, Vitorino Nhany, reiterou a posição do seu partido de não participar das discussões sobre o pacote eleitoral.

Nhani disse que, contrariamente ao que o seu partido tem sido acusado, é o MPLA que quer adiar as eleições gerais deste ano: “Estas fintas todas que estamos a observar levam-nos a crer que é o MPLA que não quer eleições. José Eduardo dos Santos quer perpetuar-se no poder e as tácticas são estas”.

O secretário-geral da UNITA denunciou a ocorrência de alegados registos eleitorais clandestinos e actualização do cadastro, sem a presença de fiscais, um pouco por todo o país.

XS
SM
MD
LG