Links de Acesso

CNE atenta contra a liberdade de imprensa - Sindicato dos Jornalistas Angolanos

  • Manuel José

Luisa Rogério, Sindicato dos Jornalistas de Angola

Luisa Rogério, Sindicato dos Jornalistas de Angola

“Com base em que critério é que a CNE vai dizer é que determinado jornal vai cobrir o acto eleitoral numa zona e não noutra?” interrogou-se Luísa Rogério

O Sindicato de Jornalistas Angolanos reprova a medida da CNE, em limitar a movimentação de jornalistas, na cobertura das eleições deste mês.




A CNE anunciou recentemente que a actividades dos jornalistas durante as eleições será limitada a certas zonas decididas pela própria CNE.


Luísa Rogério, Secretária Executiva do Sindicato dos Jornalistas Angolanos, disse que a decisão “é motivo de extrema preocupação”.

“Do nosso ponto de vista isso constitui um entrave à liberdade de movimento de jornalistas e portanto é á liberdade de imprensa,” disse a dirigente sindical.

“Com base em que critério é que a CNE vai dizer é que determinado jornal vai cobrir o acto eleitoral numa zona e não noutra?” Interrogou Rogério para quem a decisão além de ser uma violação da liberdade de informação é também “uma interferência na gestão dos meios de comunicação social”.

O jornalista Reginaldo Silva disse que o modo como está a ser feita a acreditação dos jornalistas “não é um processo normal”.

“Parece que existem outras intensões no sentido de dificultarem a presença dos jornalistas em todo o país, ” disse.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG