Links de Acesso

Unicef traça situação sanitária péssima nas escolas angolanas

  • Coque Mukuta

Foto de arquivo

Foto de arquivo

Apenas 58% das escolas primárias têm casas de banho.

O Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) afirma num relatório que apenas 58% das escolas primárias em Angola têm casas de banho.

A pesquisa avaliou as condições de saneamento de 600 centros de ensino primário em seis províncias e concluiu que 45% dos alunos são obrigados a defecar ao ar livre, e apenas 35% das escolas têm água para beber.

O Movimento dos Estudantes Angolanos promete accionar mecanismos para pressionar o governo central a minimizar a situação.

Miguel Kimbenze, secretario executivo do Movimento, disse que é grave o quadro sanitário apresentado pelo Unicef.

O Unicef indica que complicações causadas pela diarreia, muitas vezes por causa da falta de saneamento e de acesso à água potável, são responsáveis por 18% das mortes de menores de cinco anos em Angola.

XS
SM
MD
LG