Links de Acesso

Quarta-Feira, 19 de Maio de 2010

  • Ana Guedes

Banguecoque a Arder
O primeiro-ministro tailandês prometeu restaurar a ordem no país. Com a capital a arder, o governo a impôs o recolher obrigatório em Banguecoque e em 23 províncias.
Manifestantes anti-governamentais incendiaram pelo menos 17 edifícios na capital, incluindo a bolsa, centros comerciais bancos e uma estação de televisão.
Os ataques dos manifestantes surgiram horas depois de as forças de segurança terem carregado sobre o acampamento que os chamados camisas vermelhas mantêm há semanas no centro da cidade. Da operação resultaram 6 mortos e 60 feridos.
Talibãs Atacam Base de Bagram
A NATO disse que os Talibãs lançaram um ataque destemido contra uma das maiores bases militares do ocidente no Afeganistão.
No ataque, morreu um consultor americano e 9 soldados, também americanos, ficaram feridos.
Dez atacantes talibãs foram mortos no ataque lançado de madrugada contra a base aérea de Bagram, envolvendo – entre outros – 20 suicidas. O tiroteio durou horas mas os atacantes não conseguiram entrar na base.
Irão Minimiza Mais Sanções
O presidente norte-americano, Barack Obama, afirma-se satisfeito por os estados Unidos terem chegado a acordo com outras potências sobre uma nova proposta de resolução que imporá novas sanções ao Irão.
Antes, Hashemi Samareh - principal conselheiro do presidente iraniano – descrevera a resolução como “ilegítima” e o vice-presidente iraniano, afirmara que os Estados Unidos e as outras potências se desacreditariam caso aprovem novas sanções.
A nova proposta de resolução está a ser discutida no Conselho de Segurança, e inclui um embargo de armas e limites às actividades de mísseis balísticos, bem como mais inspecções a navios suspeitos de transportarem carregamentos para o programa nuclear iraniano.
Merkel Adverte Europa está em Risco
A chanceler alemã Angela Merker advertiu que o futuro da Europa está em risco e disse que a Alemanha está preparada para actuar sozinha para impedir que os problemas financeiros se alastrem.

Merkel fez a advertência hoje durante uma intervenção na Câmara Baixa do Parlamento Alemão, o Bundestag, dizendo aos deputados que “se o Euro falhar, então a Europa falha”.
Merkel disse também que a Alemanha está preparada para pôr fim ao que chamou de comportamento “destrutivo” dos mercados financeiros.
A chanceler falava um dia depois da Alemanha ter banido um tipo arriscado de transacção financeira que alguns economistas responsabilizaram por ajudar a desencadear a crise financeira global.

Nigéria Tem Novo Vice-Presidente

Na Nigéria tomou posso o novo vice-presidente, Namadi Sambo, que foi empossado quarta-feira em Abuja.
A sua escolha tinha sido aprovada pelo parlamento um dia antes.
Sambo foi governador do estado de Kaduna, um dos estados de maioria muçulmana, no norte do país.
A sua nomeação mantém o equilíbrio religioso no topo da governação da Nigéria, questão sensível num país dividido entre cristãos e muçulmanos.
Africa do Sul – Prossegue Greve de Transportes
Os sindicatos sul-africanos dos transportes estão a considerar uma nova oferta de aumentos salariais, oferta essa que poderá pôr termo a uma greve que dura vai para nove dias e que está afectar os portos e os caminhos-de-ferro do país.
Os líderes dois sindicatos em greve disseram ter mantido conversações durante toda a noite passada com a Transnet, a entidade estatal que opera os serviços de portos e caminhos-de-ferro na África do Sul.
Os sindicatos não revelaram o teor da oferta salarial, que poderá ser assinada amanhã, mas sabe-se que os sindicatos exigiram inicialmente um aumento de 15 por cento, estando a Transnet a oferecer 11 por cento.
As greves têm estado a afectar mais de dois milhões de sul-africanos que, diariamente, utilizam comboios inter-urbanos nas principais cidades do país.

DRC - Chefe de Missão da ONU Reforma-se

O responsável pela missão da ONU na República Democrática do Congo, Alan Doss, de 65 anos de idade, vai deixar o cargo, possivelmente até ao final do mês. De acordo com despacho da agência France Press, Doss poderá reformar-se a 31 deste mês, quando expira o actual mandato da missão no Congo-Kinshasa.
O Conselho de Segurança deverá aprovar novo mandato para uma força de 20 mil, apesar do secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon ter pedido o começo da retirada das tropas no dia 30 de Junho.
O governo de Kinshasa propôs a retirada de todos os capacetes azuis até meados do próximo ano, quando o Congo celebra 50 anos de independência.

XS
SM
MD
LG