Links de Acesso

Unita acusa MPLA de impedir as suas acvividades no Uíge


Félix Simão Lucas

Félix Simão Lucas

Partido no poder desmente e diz que Unita "deve respeitar a lei".

O secretário provincial da Unita no Uíge Félix Simão Lucas acusou o MPLA de impedir as actividades políticas do seu partido.

O representante do MPLA no Uíge, Panzo Joaquim negou a acusação afirmando que a Unita tem que obedecer às leis em vigor no país.

O responsável da Unita disse que o MPLA espalha boatos de que a Unita tem paióis de armas e que regressar à guerra e de “corromperem os sobas” com o objectivo de impedirem a presença de outros partidos .

“Sempre que realizamos uma actividade política aparecem elementos da JMPLA e da OMA a cantarem ofensas no mesmo local e no mesmo momento, os símbolos do partido são vandalizados permanentemente, em algumas áreas por ordem dos administradores”, acusou.

Em resposta, o deputado do MPLA do círculo provincial eleitoral do Uíge Panzo Joaquim diz que os partidos políticos na oposição devem comportar-se de forma legal, de acordo com os princípios que governam a constituição.

“Pedimos aos nossos compatriotas da oposição que se comportem de uma forma legal cumprindo os princípios consagrados na constituição, e nós estamos sempre abertos ao diálogo”, concluiu Joaquim..

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG