Links de Acesso

Uíge: Falta de fundos leva ao uso de métodos artesanais para reparar estradas


A falta de fundos está a levar as autoridades na província angolana do Uíge a usar métodos artesanais para reparar pontes e obstáculos que impedem a circulação rodoviária.

O administrador municipal José Baptista visitou recentemente as aldeias, comunas e bairros que compõem o município de Ambuíla e constatou inúmeras dificuldades na comunicação rodoviária.

A população do município manifestou-se preocupada com a degradação das estradas internas que condiciona o escoamento de produtos do campo para a cidade.

“No Município de Ambuíla estamos a passar várias dificuldades, não temos medicamento, as estradas estão péssimas, o povo continua a carregar os produtos na cabeça para vender na sede”, disseram à VOA os comerciantes Tomás Henriques e Eduardo Figueiredo.

O administrador José Baptista disse que a crise económica e financeira que assola o país é um dos factores que impedem a construção das estradas secundárias e terciárias naquele município.

Por isso recorreu à utilização de métodos artesanais para compor as pontes e obstáculos identificados ao longo dos percursos rodoviárias do Município.

“São cerca de 12 pontecos com dificuldade e neste momento, tendo em conta a crise que estamos viver, penso que temos de colocar toros e troncos de árvores para ultrapassarmos esses obstáculos que impedem a circulação de meios e ajudarmos a população”, concluiu o administrador.

XS
SM
MD
LG