Links de Acesso

Desmaios nas escolas do Uíge preocupam oposição angolana

  • Redacção VOA

Félix Simão Lucas

Félix Simão Lucas

UNITA e CASA pedem acção do governo provincial

Os dois principais partidos na oposição angolana condenam as autoridades no Uíge pelo modo como estão a reagir face aos constantes desmaios de estudantes nalgumas escolas locais.

O secretário provincial da UNITA, Félix Simão Lucas, defendeu, Quarta-feira, a urgência de o governo criar as condições necessárias para se apurar as causas dos desmaios, que ocorrem há quatro anos.

“Até agora contínua a existir o fenómeno dos desmaios. E estamos a ver que o governo contínua calado, mas é claro que tem de fazer alguma coisa”, disse Lucas.

A CASA CE visitou recentemente as escolas mais afectadas, como a 11 de Novembro e a de formação de professores.

O secretário da juventude da CASA CE, Inácio Kussunga, confirmou que ambulâncias foram colocadas nas escolas para responder a situações de emergência.

Mais de 500 alunos, a maioria adolescentes, ja desmaiaram. As causas são desconhecidas.

O Ministério do Interior havia constituído uma comissão de investigação para apurar as causas dos desmaios, mas até agora não foram anunciados resultados.

Alguns estudantes ir ás aulas.

Alberto Jorge, encarregado de educação, também receia mandar os seus filhos.

“Estou desmotivado para mandar os meus filhos que estudam na escola 11 de Novembro, porque este fenómeno perdura há muito tempo” disse.

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG