Links de Acesso

Uíge: Criança deitada em água a ferver por ter comido batata da tia


No Uíge uma mulher é acusada de ter atirado o seu sobrinho de três anos a uma panela de água a ferver por este ter comido uma batata que não lhe pertencia.

O incidente ocorreu no município de Cangola e a criança sofreu queimaduras de 3º e 4º grau no rosto, barriga, braços e pernas.

O pai da criança Pedro Manuel diz que quando regressava à casa deparou com várias mulheres que levavam a criança para o posto médico com “toda a cara inflamada, pernas e braços”.

“Quando o miúdo recuperou disse que foi a tia que o queimou”, denunciou Manuel.

A agressão deu-se depois de depois de "o rapazinho ter comido a batata da tia, quando foi surpreendido pela entrada brusca da senhora, aos gritos”.

A VOA tentou ouvir a direcção clínica do hospital geral do Uíge para saber do estado clínico da criança, mas não quis prestar declarações, alegando tratar -se de um caso com prognóstico reservado.

XS
SM
MD
LG