Links de Acesso

Uganda poderá manter os seus militares na missão da União Africana na Somália


Militares do Uganda na missão da União Africana na Somália

O Presidente do Uganda, Yoweri Museveni, promete que o seu país reconsiderará o plano de retirar as suas tropas da Somália se a missão de estabilização da União Africana seguir noutra direcção.

Museveni disse à imprensa, em Kampala, que a missão militar na Somália não tem tido um bom desempenho.

A principal razão da nossa presença na Somália era ajudar o país a criar o seu próprio exército, mas passados nove anos isso não aconteceu, disse Museveni.

Museveni discutiu o assunto com funcionários da União Africana e das Nações Unidas e consta que há desta feita mais seriedade no sentido de se criar um exército somali.

Com seis mil soldados, Uganda tem o maior contingente na força de 22 mil homens da União Africana na Somália.

XS
SM
MD
LG