Links de Acesso

Tunísia tem novo presidente interino


O líder do Parlamento, Fouad Mebazza foi empossado no cargo de presidente interino

O líder do Parlamento, Fouad Mebazza foi empossado no cargo de presidente interino

O líder do Parlamento, Fouad Mebazza foi empossado no cargo de presidente interino

15 Jan 2011 - A capital da Tunísia continua tensa, no momento em que um presidente interino já assumiu as funções da chefia do Estado deixadas em aberto pelo seu antecessor, que abandonou o país perante uma vaga de manifestações populares de rua.

Houve notícia de tiroteio esporádico em Tunis, a capital, este sábado, enquanto blindados da polícia e do exército patrulham as ruas da cidade. As ruas estão cobertas de destroços resultantes dos tumultos e dos saques de estabelecimentos, registados durante a noite.

As autoridades tunisinas informam que 42 pessoas foram mortas num incêndio declarado numa prisão, na cidade de Monastir, a Sul da capital do país.

O líder do Parlamento, Fouad Mebazza foi empossado no cargo de presidente interino, este sábado, um dia depois do presidente Zine El Abdine Ben Ali ter fugido do país, tendo-se refugiado na Arábia Saudita, depois de ter governado a Tunísia com mão de ferro durante 23 anos.

Mebazza anunciou ter pedido ao primeiro-ministro para que formasse um governo de unidade nacional. Entretanto, o Conselho Constitucional da Tunísia diz que o presidente interino tem 60 dias para realizar eleições presidenciais.

Ben Ali fugiu do país na sequência de semanas de manifestações de rua, desencadeadas para protestar pela falta de emprego para os jovens, pela subida de preços e pela corrupção estatal. Na sequência dessas manifestações, morreram, pelo menos, 23 pessoas.

XS
SM
MD
LG