Links de Acesso

Angola: Continuam os tumultos na cadeia central de Luanda

  • Coque Mukuta

Foto de arquivo

Foto de arquivo

Várias dezenas pessoas ficaram feridas nas revoltas registadas ontem e hoje e desconhece-se até ao momento as causas mas tudo indica tratar-se de disputas entre os reclusos.

O tumulto de Terça-feira voltou a registar-se no dia de hoje como revela um dos detidos que falou sob anonimato.


“Aqui há uma confusão porque quem manda são os condenados, os detidos reagiram e há uma rebelião que nem a polícia consegue pôr cobro” disse.

O recluso adiantou que a polícia anti-motin encontra-se no local.

"Há aqui policia de intervenção rápida mas mesmo assim. Só estão a dar tiros e usar o gaz lacrimogénio.”

A Voz da América tentou o contacto com Dulcínio Silvestre actual director da Comarca Central de Luanda que negou dar qualquer explicação sobre o assunto.

Segundo ainda os detidos desconhecem o paradeiro das vitimas do dia de ontem.

“Aqueles feridos de ontem nós também não sabemos para onde os levaram” frisou.

Esta não é a primeira vez que há ocorrências da Comarca Central de Luanda.

Recentemente o antigo director da referida prisão e os seus colaboradores foram exonerados e entregues à PGR para a devida responsabilização criminal, na sequência do inquérito instaurado a 26 de Agosto passado na sequência da divulgação, nas redes sociais, de um vídeo em que efectivos dos Serviços Prisionais, Serviço de Protecção Civil e bombeiros e agentes da polícia surgem a espancar, com bastões e aos murros e pontapés, detidos da Cadeia Central de Luanda.

Caso semelhante ocorreu em Setembro de 2012, igualmente denunciado nas redes sociais, através de imagens que retratavam a agressão de reclusos por efectivos prisionais no Estabelecimento Prisional de Viana, também em Luanda

Mostrar Comentários

XS
SM
MD
LG